Zé Ricardo pede demissão

O técnico do Vasco da Gama, Zé Ricardo, pediu demissão após a derrota para o Botafogo neste sábado em São Januário.

Ponto final na relação entre Zé Ricardo e Vasco. Após a derrota para o Botafogo, neste sábado, pelo Brasileirão, o treinador entregou o cargo e não comanda a equipe no restante da temporada. O anúncio foi feito por Paulo Pelaipe, diretor de futebol.

- O Zé Ricardo solicitou demissão. Alegou problemas pessoais. Perdemos um grande profissional. A partir de hoje o Zé Ricardo não é mais treinador do Vasco. Vamos conversar para buscar o substituto. Não temos nenhum nome na cabeça ainda. Provisoriamente vai assumir o comando o Valdir Bigode.

Em São Januário, Zé somou 50 jogos, sendo 22 vitórias, 13 empates e 15 derrotas; 79 pontos em 150 disputados. Aproveitamento de 52,7%.

O trabalho começou no dia 25 de agosto de 2017. A primeira impressão foi positiva: Zé Ricardo tirou a equipe de uma situação desconfortável no Brasileirão e conseguiu a classificação para a Libertadores. Na fase preliminar da competição continental, vitórias sofridas e vaga na fase de grupos. Mas a participação na fase de grupos não foi das melhores e o time ficou na terceira colocação, classificando para a Sul-Americana.

- Ele achou que era o momento de sair, de abrir espaço para outro profissional. Tentamos demovê-lo, não tínhamos interesse que ele saísse. Era uma posição definida por ele, que achou que era a melhor solução. Fomos pegos de surpresa, não tivemos qualquer de conversa nesse sentido até então.

Vou te dizer com toda honestidade: não tem um perfil. Porque não tivemos tempo para pensar. Vou ser repetitivo: fomos pegos de surpresa
Sobre o substituto, muitas dúvidas.

- Vou te dizer com toda honestidade: não tem um perfil. Porque não tivemos tempo para pensar. Vou ser repetitivo: fomos pegos de surpresa. Não conversamos com o presidente. Vamos conversar.

Apesar dos maus resultados, Pelaipe acredita que o time vai reagir na competição.

- Temos uma partida a menos, então a nossa pontuação é razoável no Campeonato Brasileiro. Poderíamos estar melhor, perdemos dois jogos em casa. Acreditamos no gupo de atletas e temos certeza que vamos honrar as tradições do clube. Temos que ter muita calma nessa hora.

O lateral-esquerdo Ramon lamentou a saída de Zé Ricardo e também disse que não era esperado.

- Ainda não falei com ele. Espero falar. O Zé tinha uma aprovação incrível, como nunca vi num clube de futebol. Agradeço pelos serviços prestados. Não (deu pistas). Foi uma surpresa. Quando li que o Zé pediu demissão, não acreditei. Nem sei o que falar. Por isso, a surpresa. Respeito a decisão dele. Se ele não estava feliz, tem todo o direito de sair - disse Ramon.

O Vasco volta a campo para enfrentar o Cruzeiro, quarta-feira, no Mineirão.

Leia mais sobre: Zé Ricardo

Comentários

Últimas notícias

Reforços do Vasco para 2019

Veja mais notícias »