Wagner, Evander e Cosendey buscam espaço no Vasco com Valdir Bigode

Wagner, Evander e Bruno Cosendey não tiveram muitas oportunidades com Jorginho e agora buscam espaço com Valdir Bigode.

A saída de Jorginho foi comemorada pela maior parte da torcida do Vasco. E alguns do elenco em baixa com o treinador também devem estar felizes com a mudança no comando. Para o confronto desta segunda, contra o Ceará, o técnico será Valdir Bigode - por enquanto, interino. Ele ainda não definiu a escalação, mas algumas caras novas podem ganhar chance em São Januário.

Nos dois meses de trabalho de Jorginho, três atletas específicos tiveram poucos minutos em campo. Todos eles, jogadores de meio e que foram utilizados por Valdir quando 'quebrou galho' contra o Cruzeiro após a saída de Zé Ricardo. O LANCE! analisa.

WAGNER

O camisa 20, titular de Zé Ricardo em grande parte do primeiro semestre, foi um dos que perdeu espaço com Jorginho. O técnico elegeu Giovanni Augusto e Thiago Galhardo como meias de criação e Wagner esperou no banco a maior parte do tempo. Nos dez últimos jogos, só foi titular nos três primeiros. Sequer saiu da reserva nos últimos três. Com Valdir, foi titular no jogo contra o Cruzeiro após a saída de Zé Ricardo.

EVANDER

Criticado pela torcida, foi utilizado por Jorginho em apenas três jogos - e não atuou 90 minutos nenhuma vez. Era um dos principais jogadores no início do ano, com Zé Ricardo, mas caiu de rendimento e teve problemas fora de campo. Valdir conhece seu futebol desde a base e, contra o Cruzeiro, o pôs na segunda etapa. Pode ganhar novas oportunidades sob o comando do interino.

BRUNO COSENDEY

Cosendey pouco jogou no ano, é verdade. Mas, quando Valdir comandou como interino, pôs o volante revelado na Colina de titular e ele teve boa atuação. Com Jorginho, atuou em três das dez partidas e nas outras não saiu do banco de reservas. É uma das opções para mudar a forma de jogo da equipe.

Leia mais sobre: Evander, Wagner, Bruno Cosendey

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »