Veja como Martín Benítez pode encaixar no Vasco de Abel Braga

O meia-atacante Martín Benítez chega a Vasco da Gama e Abel Braga terá que achar a melhor forma para encaixá-lo no time.

O Vasco está em vias de anunciar mais um reforço para a temporada. O meia-atacante Martín Benítez chega ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira para finalizar o acerto de empréstimo por uma temporada com o Cruz-Maltino. Agora sem Talles Magno, que passou por cirurgia e ficará fora por pelo menos três meses, o técnico Abel Braga precisará pensar sobre a melhor forma de encaixar o novo jogador na equipe vascaína.

Atualmente, o treinador vive o dilema para colocar Fredy Guarín entre os titulares. A tendência, neste caso, é que Marcos Júnior perca a posição. Com o desfalque de Talles, a decisão será sobre escalar Benítez no meio, atuando apenas com dois atacantes, ou mais avançado, como ponta, mantendo o esquema atual de 4-3-3.

No time comandado por Ariel Holan, Benítez atuou mais aberto pela direita, posição que hoje é ocupada por Marrony. Porém, pode atuar centralizado, como armador, que é a posição mais carente do Cruz-Maltino neste momento, ou pelos lados. Apesar de ser habilidoso e ter boa finalização, ele passa por momentos de instabilidade. Por isso, não estava nos planos do Independiente.

Benítez é um jogador que se movimenta por toda extensão do ataque, desde o meio até as pontas. No entanto, é pelo lado que ele mais ficou em 2020. O momento em que ele mais apareceu no meio foi na Sul-Americana de 2019, quando atuou em sete partidas. Com a volta de Fredy Guarín, Abel terá que encontrar o melhor posicionamento para o novo jogador. O perfil dele é diferente do de Nicolás Oróz, que foi monitorado pelo Vasco, mas era o plano B. Este, que pertence ao Racing, tem o costume de jogar mais na faixa central, como um meia.

Aos 25 anos, Martín Benítez vestiu apenas a camisa do Independiente. Apesar de ainda ser relativamente novo, ele iniciou em 2020 sua 10ª temporada com elenco profissional do clube argentino. A estreia no time principal foi aos 17 anos. Ele soma 203 jogos, 31 gols e 24 assistências e conquistou os títulos da Sul-Americana (2017) e a Copa Suruga (2018).

Martín Benítez chega ao Rio nesta quinta

VASCO JÁ TENTOU OUTRAS OPÇÕES

O último jogador que o Vasco teve para suprir essa lacuna foi o meia Nenê, hoje no Fluminense, que deixou a Colina em janeiro de 2018. Depois disso, o Cruz-Maltino apostou em nomes com mais rodagem, como Wagner e Giovanni Augusto, além de Bruno César, Marquinho e Valdívia no ano passado. Destes, apenas Bruno César ainda está no elenco, mas não faz parte dos planos.

Outros testados partiram da base. Foram os casos de Evander, hoje no Midtjylland, da Dinamarca, e Guilherme Costa, no Boavista. Lucas Santos, que retornou ao Vasco após empréstimo ao CSKA, nunca conseguiu render o esperado e já perdeu espaço com Abel Braga. Em 2019, Vanderlei Luxemburgo chegou a testar Marrony na posição. O atual treinador rodou entre Gabriel Pec e Marcos Júnior.

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »