Vasco tem melhor série no Brasileiro e traz alívio para a sequência

Com Luxemburgo, o Vasco da Gama vive seu melhor momento no Campeonato Brasileiro e se desgarrar da zona da confusão.

O técnico Vanderlei Luxemburgo vive seus dias de alívio no Vasco. O time vive seu melhor momento neste Campeonato Brasileiro após a vitória sobre o Internacional, no Beira Rio, no último domingo. Tanto que o time conseguiu pela primeira vez emplacar quatro jogos sem perder, com três vitórias consecutivas, o que ainda não havia ocorrido na competição.

Antes, a melhor série invicta havia sido duas vitórias contra Internacional e Ceará em dois jogos seguidos em São Januário. O time também havia ficado três jogos sem perder contra Fluminense, Palmeiras e CSA, mas com dois empates nesses últimos dois duelos.

Essa também é a melhor série do time carioca em termos de triunfos depois de dois anos. A última sequência com essa duração havia sido em outubro de 2017, quando bateu o Avaí, Botafogo e Atlético-GO, pelo Brasileirão. Outro detalhe interessante é que essas vitórias aconteceram fora de casa.

Nem só de São Januário vive a recuperação vascaína, então. Após o intervalo para a Copa América, o time hoje comandado por Luxemburgo só havia perdido uma vez no Caldeirão, para o Flamengo. A partida contra o São Paulo, na 16ª rodada do campeonato, foi um marco negativo, porém, por causa das manifestações homofóbicas de parte da torcida. A ponto de o árbitro parar o jogo para chamar a atenção das arquibancadas.

O STJD condenou o Vasco a pagar uma multa de R$ 2 mil. O clube teve, então, uma sequência sem vitórias em casa: caiu para o Bahia e Santos, e empatou com o Athlético-PR. Só voltou a vencer em seus domínios quase dez rodadas depois do ocorrido, contra o Fortaleza. Em contrapartida, conseguiu compensar as falhas no caldeirão como visitante três vezes.

Retrospecto à parte, os dez pontos conquistados nos últimos 12 em disputa valem principalmente para que a equipe se desgarre da luta contra o rebaixamento - ou a "zona da confusão", como seu técnico gosta de dizer. Mais que isso, o Cruzmaltino já se sente no direito de sonhar até mesmo com uma vaga na próxima Libertadores. Ambicioso demais?

O sonho é difícil, mas não impossível. Atualmente com 37 pontos, o Vasco abriu boa margem da zona de rebaixamento: são 11 pontos para o Ceará, primeiro time dentro do Z4. Se olhar para cima, o Cruzmaltino vê uma distância bem menor. O Internacional, com 42, está em sexto. E ainda existe a possibilidade de um Brasileiro ser campeão da Libertadores e abrir sétima colocação.

"O segredo é acreditar que pode ganhar. Eu tenho uma frase que vocês podem recordar, que é "o medo de perder tira a vontade de ganhar". Se vier com medo de perder eu vou perder o jogo. Tenho de acreditar. O Fernando Miguel é um goleiro de nível, e a participação dele foi importante porque foram muitas bolas na área. A tendência era os jogadores chegarem para a área", disse Vanderlei Luxemburgo.

"Foi uma vitória de um Vasco que tá buscando se reencontrar. Reencontrar o clube. O clube vem passando por dificuldades. Eu falei para os jogadores de uma conversa que eu tive com o presidente. Ele disse que vai ter dificuldade, mas que todos vão embora para as férias sem o clube dever nada. Falei para os jogadores acreditarem nisso. Ele [presidente] cumpriu com tudo o que tinha combinado. Estamos no caminho certo", completou.

Embalado, o Vasco tenta ampliar ainda mais a boa fase no Campeonato Brasileiro. Para seguir sonhando com a Libertadores e se afastar cada vez mais do rebaixamento, o Cruzmaltino volta a campo no sábado, quando visitará o Ceará, no Castelão.

Leia mais sobre: Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »