Vasco se movimenta para tentar contratar Nagatomo e busca parceria

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, busca empresas que possam ajudar na contratação do lateral Yuto Nagatomo.

As negociações do Vasco para contratar Yuto Nagatomo ainda nem começaram, porém, o presidente Alexandre Campello está se movimentando durante o carnaval para para buscar a contratação do lateral-esquerdo. Enquanto conversa com dirigentes do clube, Campello também mapeia empresas que possam ajudar a pagar parte dos salários do japonês de 33 anos.

A ideia é envolver ações de marketing dos parceiros do Vasco com o jogador. Os dirigentes acreditam que boa parte dos salários de Nagatomo será paga com ações publicitárias. Por outro lado, sem um aporte financeiro é inviável o clube bancar sozinho a operação envolvendo o lateral-esquerdo. Recentemente, porém, o Vasco aumentou a dívida com o elenco referente aos salários atrasados da temporada de 2020. A pendência, inclusive, vem gerando grande desconforto na Colina Histórica.

No caso de Yuto Nagatomo, o clube acredita que a operação poderia ser bancada por conta do aumento de receitas com ações de marketing, venda de ingressos para os jogos em São Januário, adesões do sócio-torcedor e também venda de camisas. Além disso, há também a esperança de que a equipe terá mais um jogador com experiência internacional, juntamente com Fredy Guarín, capaz de ajudar o Vasco a voltar a brigar por títulos.

Internamente, também é levado em consideração o impacto do que pode representar a contratação de Nagatomo no exterior. O lateral atua há 12 anos na Europa e também tem presença constante nos principais jornais do mundo. Por isso, há a esperança de que apareça novas empresas interessadas em patrocinar o clube ainda mais com a repercussão que a negociação pode causar no mercado publicitário.

Apesar do valor da operação estar fora da realidade do Vasco, o ex-jogador Bismarck, que atualmente representa diversos clubes japoneses no Brasil, colocou-se à disposição de Alexandre Campello para buscar parceiros para tentar viabilizar a contratação do japonês.

“É um valor alto que o Vasco hoje não poderia pagar, porque ele ganha 2,8 milhões de euros por ano e a gente já sabe das condições do clube, mas eu acho que se eu conseguir um patrocinador japonês para bancar a vinda do Nagatomo, de repente pode dar ‘samba’. Estamos no Carnaval, esperamos um bom lateral-esquerdo e o Nagatomo eu acho que cairia muito bem no time do Vasco. O Vasco não sabe de nada, eu não falei nada porque sei que o clube dificilmente contrataria por causa das condições financeiras”, disse o ex-jogador ao canal no YouTube “Atenção, Vascaínos”.

Yuto Nagatomo está na mira do Vasco

A carreira de Nagatomo

Yuto Nagatomo, de 33 anos, está há três temporadas no Galatasaray. Nesse ínterim, ele marcou três gols em 65 partidas pelo clube turco. Anteriormente, o defensor atuou por nove anos no futebol italiano onde defendeu a Internazionale e o Cesena. Em Milão, o lateral foi companheiro de um jogador do Vasco: Fredy Guarín.

Revelado pelo Verdy Tóquio, em 2007, Nagatomo, é figura constante nas convocações do técnico Hajime Moriyasu. Ele, inclusive, defendeu o Japão nas Copas do Mundo de 2010, 2014 e 2018. Além disso, disputou os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

Leia mais sobre: Mercado do Vasco

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »