Vasco repete velhos problemas em jogo contra o Fortaleza

O Vasco da Gama repetiu os mesmos problemas na partida contra o Fortaleza e ficou apenas com o empate na Arena Castelão.

O Vasco chegou perto de, enfim, conquistar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Porém, um erro corriqueiro se repetiu. Com gol aos 43 minutos do segundo tempo, o Fortaleza arrancou o 1 a 1 na Arena Castelão e se aproveitou da constante falta de atenção vascaína nos momentos finais. Yago Pikachu marcou para os cariocas enquanto Romarinho fez para os mandantes.

Com isso, o time de Vanderlei Luxemburgo continua amargando a lanterna do Campeonato Brasileiro, com apenas três pontos em seis jogos. São cinco gols marcados e 12 sofridos neste momento.

Chances claras perdidas

A maior parte do primeiro tempo foi equilibrada, com poucas chances muito claras e erros de passe excessivos dos dois lados. A principal arma do Vasco foi pelo lado direito, com a velocidade de Rossi, que levou a melhor em duelos contra Carlinhos e levou perigo.

Mesmo com os espaços, o time fez mais uma partida limitada e com poucas alternativas, porém, melhor do que os últimos jogos. Um cenário se repetiu: com a criação ruim, Lucas Mineiro teve duas chances claras praticamente seguidas e desperdiçou, mandando ambas para fora.

Melhora e problemas

O Vasco chegou com mais facilidade ao gol do Fortaleza na segunda etapa, mas encontrou dificuldades para concluir as jogadas. Sem um centroavante fixo, quase ninguém aparecia para acompanhar Rossi, o melhor em campo, e chutar ao gol de Felipe Alves.

O Cruz-Maltino se aproveitou da partida abaixo do normal do time da casa para ser mais eficiente. O time de Rogério Ceni até teve boas chegadas ao ataque no segundo tempo, mas os defensores vascaínos apareceram bem, mesmo com as saídas equivocadas de Sidão em alguns lances.

Pênalti do alívio

O técnico Vanderlei Luxemburgo apostou na entrada de Valdívia na frente para tentar ser mais letal, mas foi Rossi quem aproveitou um erro da defesa do Fortaleza para conseguir um pênalti, aos 23 minutos. Yago Pikachu foi para a cobrança e acertou no canto para deixar o Vasco na frente.

O time mostrou alguma evolução do que vinha apresentando nos últimos jogos, mas voltou a pagar caro pelos erros. Chances claras perdidas, criação pobre e a falta de atenção no fim.

Desatenção corriqueira 

A falta de atenção nos minutos finais voltou a assombrar o Vasco pelo quarto jogo em seis rodadas do Campeonato Brasileiro. Depois de Valdívia perder a bola na frente, Lucas Mineiro ficou só olhando Romarinho deixar tudo igual aos 43 minutos.

Neste momento, o Fortaleza tinha um a menos em campo, pois, aos 42, Edinho sentiu a coxa. Agora, o Cruz-Maltino soma 11 gols sofridos depois dos 30 minutos do segundo tempo nesta temporada de 2019. O clube segue sem vitórias no Brasileirão.

E agora?

O Vasco agora terá três jogos em casa para tentar ir para a parada da Copa América em uma posição menos desconfortável. Primeiro, vai ao Nilton Santos encarar o Botafogo, no próximo domingo. Depois, em São Januário, receberá o Internacional (dia 7) e o Ceará (dia 13).

Leia mais sobre: Vasco x Fortaleza, Campeonato Brasileiro, Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »