Vasco quebra jejum de 12 anos sem vencer o Inter no Beira-Rio

O Vasco da Gama venceu o Internacional por 1x0 neste domingo e quebrou o jejum de 12 anos sem vencer no Beira-Rio.

Vitória de Gigante! O Vasco venceu o Internacional por 1 a 0, neste domingo, e quebrou um jejum de 12 anos sem vencer o rival no Beira-Rio. O Colorado estava há 13 partidas sem perder como mandante e viu sua invencibilidade cair diante do bom esquema tático montado por Vanderlei Luxemburgo. O jovem Marrony marcou o gol para o Cruz-Maltino sair com a vitória fora de casa.

Com o resultado, a equipe de Vanderlei Luxemburgo chegou aos 37 pontos na tabela do Brasileirão. O Cruz-maltino volta aos gramados no próximo sábado, contra o Ceará, na Arena Castelão.

Começo morno

As equipes começaram se estudando e valorizando a posse de bola no Beira-Rio. O Vasco marcava muito bem os ataque do Internacional e não deixava muitos espaços pelo meio. O Colorado começou a explorar as laterais, principalmente a esquerda, lado de Henrique, e levava perigo ao gol do Cruz-maltino com bolas alçadas na área. A primeira finalização foi aos 23 minutos, Felipe Ferreira chutou forte em um contra-ataque do Vasco, obrigando Marcelo Lomba a fazer grande defesa. O Internacional respondeu com D'Allesandro. Aos 25, o meia argentino chutou de fora da área, colocado, mas Fernando Miguel se esticou para salvar o Vasco.

VAR salva o Vasco

O jogo voltou a esquentar no fim do primeiro tempo. Aos 43 minutos, D'Alessandro cobrou um escanteio para área e Victor Cuesta trombou com Henrique na dividida, cometendo a falta. O árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo deixou o jogo seguir e a bola sobrou de volta para o camisa 10 do Inter. D'Alessandro acertou uma linda chapada e colocou no ângulo de Fernando Miguel. Após mais de cinco minutos de paralisação, o juiz foi até o VAR revisar o lance e anulou, corretamente, o gol do Colorado. Na sequência, aos 51, Marrony fez uma boa jogada de contra-ataque e lançou para Lucas Ribamar. O atacante saiu sozinho, cara a cara com Lomba e chutou para fora.

Gol chorado e na raça

O Vasco voltou para o segundo tempo mais organizado, Vanderlei Luxemburgo colocou Guarín no lugar de Lucas Ribamar e ajeitou a marcação no meio-campo, que não deixava mais espaços para o Internacional. Logo aos 7 minutos, Henrique fez a jogada pela esquerda, cruzou para Marrony dividir de cabeça, fazendo a bola sobrar com Rossi. O camisa 7 finalizou na trave e a bola voltou mais uma vez para Marrony. O jovem atacante do Vasco brigou pela bola com o zagueiro do Colorado para fazer um gol chorado e na raça para o time carioca.

Fernando Miguel

Muito criticado por alguns torcedores nos últimos jogos, Fernando Miguel garantiu a vitória no Beira-Rio. O Vasco recuou após o gol e sofreu uma grande pressão do Internacional. Aos 23 minutos, D'Alessandro cobrou bem o escanteio e Victor Cuesta testou firme para o gol. Fernando Miguel voou no ângulo direito para salvar o Vasco. Aos 40 minutos, mais um milagre. Guerrero foi lançado e dominou sozinho, cara a cara com o goleiro cruzmaltino, que abafou bem o lance fez uma linda defesa para garantir o triunfo do Vasco.

Leia mais sobre: Vasco x Internacional, Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »