Vasco homenageará Eurico Miranda em jogo contra o Avaí

O Vasco da Gama vestirá o uniforme preto e terá um minuto de silêncio contra o Avaí, em luto pelo ex-presidente Eurico Miranda.

A morte de Eurico Miranda mexeu com o Vasco. Mesmo com o ex-dirigente longe do comando do clube, sua influência era enorme. Prova disso é que todas as atividades de terça-feira foram suspensas. Nesta quinta, às 21h30, o time entra em campo para medir forças com o Avaí, em São Januário, pela Copa do Brasil, em uma noite que ficará marcada pelas homenagens ao icônico ex-presidente.

Até o momento, o clube preparou duas homenagens a Eurico Miranda. Além do tradicional minuto de silêncio, o time vestirá o uniforme preto, em luto pelo ex-presidente. O clube não descarta novos tributos, mas prefere manter em segredo para evitar euforia por parte da torcida.

Os próprios torcedores prometem fazer sua parte. O nome do dirigente deverá ser exaltado nas arquibancadas. A ideia é puxar o tradicional "casaca", que Eurico tanto gostava e fazia questão de fazer.

"Uma pessoa que viveu o Vasco. Uma vitória amanhã... Mas uma temporada com sucesso esse ano será um bom presente para ele e sua família. Vai ser uma forma de homenagem. Nas últimas vezes que veio nos visitar passou otimismo", disse o técnico Alberto Valentim após o ajuste final do time.

Diferentemente das duas primeiras rodadas da Copa do Brasil, a terceira será disputada em dois jogos. Não existe mais o gol qualificado em nenhuma das fases, ou seja, gols marcados fora de casa deixam de ser critério de desempate. Por conta disso, a expectativa é que o Vasco tente fazer o resultado em São Januário.

"Depois do jogo contra o Flamengo, já tivemos uma conversa de que agora temos que mudar a chave, pois é uma competição com regulamento diferente. Vantagem de jogar perto da torcida e contamos com o apoio deles para ficarmos mais fortes", completou o treinador.

Leia mais sobre: Vasco x Avaí, Eurico Miranda, Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »