Valentim defende e explica situação de Fabrício no Vasco

O técnico do Vasco da Gama, Alberto Valentim, defendeu Fabrício das vaias da torcida e explicou a situação do lateral-esquerdo.

Na noite da última segunda-feira (29), o técnico do Vasco da Gama, Alberto Valentim, foi um dos convidados do programa ‘Jogo Sagrado’, do canal Fox Sports. Em sua participação, o comandante vascaíno falou sobre as vaias da torcida para Fabrício nos jogos em São Januário, e defendeu o lateral-esquerdo.

“As vaias, o pedido para Fabrício ser substituído, não é real para aquilo que a gente está vivendo no momento. Ele está carregando uma carga de um passado, não indo bem em outros jogos, a polêmica da foto, que ele já se retratou e desculpou, então eu acho uma coisa pesada, temos que unir forças no Clube”, disse o técnico.

Novo oportunidade para Fabrício

Alberto Valentim foi o responsável por dar uma nova oportunidade para Fabrício, que estava preterido e muito próximo de deixar o Vasco. O comandante revelou uma conversa que teve com o camisa 6 em sua chegada, destacou que ele vem se empenhando nos treinos e que o vê com condições de exercer a nova função no meio de campo.

“O Fabrício é um jogador que eu não seria louco de colocá-lo para jogar se ele não treinasse bem. Eu disse a ele: ‘Você e o Vasco, com a minha chegada, começa agora. Mas eu preciso que você treine forte e se empenhe’. Ele vem fazendo isso mesmo. É um dos que mais correm, em alta intensidade. Eu vejo um jogador técnico para estar ali (no meio de campo)”, explicou o comandante.

Conversa após o episódio de sexta-feira

Na partida contra o Internacional, na última sexta-feira (26), Fabrício se irritou ao ser substituído, situação que fez a torcida vaiá-lo novamente em São Januário. Sobre isso, Alberto Valentim revelou que teve uma conversa  com o grupo, destacando a situação que o lateral-esquerdo vem passando. O comandante ainda disse que ele vem procurando ajudar a equipe da melhor forma, que se trata de um cara muito querido pelo grupo, e reconheceu que ele precisa melhorar, e que cobra isso do camisa 6.

“O episódio que aconteceu no jogo de sexta-feira, dele ser substituído e não ter gostado, eu falei para os jogadores que é muito por causa da pressão que ele sofre. Em casa, infelizmente, é difícil. Ele sofre uma pressão maior que todos, até do que o próprio treinador. Fabrício tem procurado nos ajudar de uma forma muito bacana, é um cara muito querido, um profissional que precisa melhorar muito, eu cobro isso. Ele precisa se preparar de uma forma diferente para jogar em casa por causa da cobrança, o cara foge”, destacou Valentim.

Contando com a confiança de Alberto Valentim, Fabrício vem ganhando sequência de jogos nessa reta final do Campeonato Brasileiro. Como meio-campista, o camisa 6 continua sua relação de amor e ódio com a torcida, entre vaias e ter seu nome gritado. Ele tem contrato somente até dezembro, e seu futuro no Gigante da Colina é incerto.

Leia mais sobre: Fabrício, Notícias Exclusivas, Alberto Valentim

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »