Troca da Diadora pela Kappa só deve acontecer no meio de 2020

O Vasco da Gama ainda estuda a maneira de romper com a Diadora e troca pela Kappa só deve acontecer no meio de 2020.

Vestido desde o final de 2017 pela Diadora, empresa da Itália, o Vasco tem negociações avançadas com a também italiana Kappa. O clube estuda a rescisão de contrato com a atual fornecedora, com quem assinou no fim da última gestão Eurico Miranda.

A informação foi publicada inicialmente pelo Canal "Atenção Vascaínos" e, em seguida, confirmada pelo GloboEsporte.com.

Apesar das tratativas bem encaminhadas, a tendência é que a troca aconteça somente no meio da temporada 2020. Ou seja, o Vasco, por exemplo, deve disputar o Campeonato Carioca com a atual fornecedora.

Uma questão que ainda precisa ser resolvida é a rescisão com a Diadora. Com valores altos, o clube ainda estuda de que maneira vai romper o vínculo com a empresa, com a qual tem contrato até o fim do ano que vem. Uma possibilidade para rompimento unilateral de parceria são os problemas com fornecimento de material esportivo.

Parceira nos anos de glória

Os vascaínos mais saudosistas se recordam com carinho dos tempos em que o Vasco era patrocinado pela Kappa, entre os anos de 1995 e 2000. Essa foi uma das épocas mais vitoriosas da história do clube. O Cruz-Maltino conquistou nesse período dois títulos brasileiros (1997 e 2000), um da Libertadores (98) e um da Mercosul (2000). Além disso, faturou um Carioca (98) e um Rio-São Paulo (99).

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »