Sócios-torcedores do Vasco estão mais presentes nos jogos em São Januário

Apesar dos problemas, os sócios-torcedores do Vasco da Gama estão mais presentes nos jogos do Gigante em São Januário.

Existe um fenômeno em curso no Vasco. Apesar do ano sem grandes pretensões e resultados em campo, da crise financeira e dos problemas políticos que insistem em rondar São Januário, a torcida marca presença na Colina, rodada após rodada. Até agora, tem a melhor média de público no Brasileiro como mandante na década, a despeito de tudo que poderia convencê-la a ficar em casa em vez de comparecer ao caldeirão. Neste domingo, às 16h, contra o Fortaleza, tem a oportunidade de dar nova demonstração de persistência.

E os jogadores precisam disso. O atraso de três meses nos salários e cinco nos direitos de imagem são um incômodo. Na sexta-feira, o clube pagou as premiações do Brasileiro deste ano. De acordo com o clube, o elenco abriu mão de receber um salário para que os funcionários fossem pagos. Faltam o bicho do Estadual e da Copa do Brasil.

Muito da mobilização, tanto dos jogadores quanto da torcida, deve-se a Vanderlei Luxemburgo. O técnico, que assumiu a equipe na lanterna do campeonato, iniciou a rodada do fim de semana cinco pontos à frente do Z-4. Até agora, conseguiu manter todos motivados apenas com o discurso de seguir na Primeira Divisão. Mas a dificuldade que a equipe encontra para deslanchar pode afetar os ânimos dos torcedores. Isso e o clima político que começa a esquentar faltando um ano para as eleições.

Sócios-torcedores mais presentes nos jogos

A partida deste domingo será a primeira em casa depois que estourou a crise motivada pela recusa do presidente Alexandre Campello em aceitar cerca de 150 novos associados, sob a alegação de “indícios de mensalão”. Resta ver como a torcida se comportará.

Até o momento, o clima tem sido ameno, o que se destaca pelo público de perfil mais engajado que tem frequentado o estádio. Neste ano, chama a atenção o gradual aumento da presença de sócios-torcedores do Vasco nas partidas em São Januário. À medida que o programa cresce em alcance, ele passa a ser um diferencial para o torcedor conseguir ingressos para os jogos.

São Januário tem boa média de público no Brasileiro

Atualmente, o programa conta com 30 mil sócios, contra 7 mil em 2018. Em média, 39% dos torcedores pagantes nos jogos do Vasco em São Januário são formados por sócios-torcedores, que tem entre as vantagens do programa a retirada antecipada de ingressos. Mas o número está crescendo. Contra o Athletico, ele bateu os 53,04%.

Leia mais sobre: Vasco x Fortaleza, Campeonato Brasileiro, São Januário

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »