Briga por posição esquenta! Veja os números da zaga do Vasco

O zagueiro Ricardo Graça retornou ao Vasco da Gama e vai esquentar a briga da disputa por vaga na defesa vascaína.

Se o mercado não foi muito proveitoso para o Vasco até o momento, os reforços podem chegar de dentro do próprio clube. Para o duelo contra o Oriente Petrolero (BOL), na próxima quarta-feira, às 21h30, em Santa Cruz de la Sierra, o técnico Abel Braga ganhou uma nova cara: o zagueiro Ricardo Graça. Com moral após a disputa do pré-olímpico com a Seleção Brasileira, o jogador vai esquentar a disputa na zaga e está disponível no Cruz-Maltino pela primeira vez em 2020.

Ricardo tenta ganhar, a princípio a vaga de Werley, pelo lado direito. Mesmo sendo canhoto, há um entendimento geral de que Leandro Castan, capitão e um dos líderes técnicos da equipe, não sairá. O jovem de 23 anos já atuou ao lado de Castan quatro vezes, sendo uma entrando no segundo tempo como lateral-esquerdo. Em outras duas vezes ele apenas substituiu o camisa 5.

Contra o Palmeiras, fora de casa, no Brasileiro de 2018, Ricardo ficou do lado esquerdo. No mesmo ano, ele entrou como lateral no empate por 0 a 0 com o Ceará. Em 2019, na final da Taça Rio contra o Flamengo, o mais jovem substituiu o veterano. Isso também aconteceu na Copa do Brasil contra o Santos, quando Ricardo inclusive marcou um gol. Contra Ceará e Grêmio, no ano passado, pelo Brasileirão, foi a vez da cria da base atuar na direita e o capitão na esquerda. Ao lado de Werley, foram 16 partidas (seis vitórias, cinco empates e cinco derrotas).

Apesar de ter mais uma alternativa no elenco, o time que vai entrar em campo na Bolívia deve ser o mesmo que enfrentou o Altos (PI), no empate por 1 a 1 na Copa do Brasil. Portanto, Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castan, Henrique; Andrey, Raul, Marcos Júnior; Marrony, Germán Cano e Talles Magno.

Assista a Vasco x Oriente Petrolero pela DAZN; 1º mês é grátis, clique e VEJA!

A busca do Vasco no mercado esfriou nas últimas semanas. Depois de ter Dedé em pauta, as conversas não chegaram a avançar. Outros atletas chegaram a ser oferecidos e analisados, mas nenhuma tratativa andou. Por isso e por conta da delicada situação financeira, a solução para a zaga, considerada uma posição de necessidade após a saída de Oswaldo Henríquez pode ser encontrada dentro do elenco. Os mais novos Miranda e Ulisses também estão na disputa.

Contra o Oriente Petrolero, após a vitória por 1 a 0 em casa, o Vasco avança com vitória, empate ou derrota por um gol desde que marque pelo menos uma vez. O time da casa precisa ganhar por dois de diferença. Caso o placar da ida se repita, a vaga será decidida nos pênaltis.

Ricardo Graça esquenta disputa por vaga na zaga

VEJA OS NÚMEROS NO BRASILEIRÃO 2019:

WERLEY

Jogos 29 (8 no Brasileiro, 6 na Copa do Brasil e 15 no Carioca)

Desarmes: 5

Faltas cometidas: 5

Interceptações: 3

Passes certos: 282

Passes errados: 8

Rebatidas: 41

Cartões: 0

Finalizações: 2

LEANDRO CASTAN

Jogos: 40 (22 no Brasileiro, 4 na Copa do Brasil e 14 no Carioca)

Gols: 2 (os dois no Brasileiro)

Desarmes: 36

Faltas cometidas: 19

Interceptações: 12

Passes certos: 617

Passes errados: 18

Rebatidas: 129

Cartões: 9 amarelos e 1 vermelho

Finalizações: 11

RICARDO GRAÇA

Jogos: 25 (18 no Brasileiro, 3 na Copa do Brasil e 4 no Carioca)

Gols: 2 (um pela Copa do Brasil e outro no Brasileiro)

Desarmes: 37

Faltas cometidas: 17

Interceptações: 7

Passes certos: 542

Passes errados: 24

Rebatidas: 106

Cartões: 2 amarelos e 1 vermelho

Finalizações: 5

Leia mais sobre: Ricardo Graça, Werley, Leandro Castan

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »