Rául Cáceres volta a ser titular após queda de rendimento no Vasco

O lateral-direito Rául Cáceres volta a ser titular do Vasco da Gama depois três meses na reserva após queda de rendimento.

O começo no Campeonato Estadual foi empolgante. Cáceres marcava bem e subia com moderação à linha de fundo. Mas cada avanço era um cruzamento certeiro. Deu duas assistências logo de saída e passou a impressão de que havia sido um achado do Vasco. Porém, caiu de produção. Depois de longo hiato, voltará a ser titular do time amanhã, contra o Goiás.

Sua última partida como titular foi a estreia no Campeonato Brasileiro contra o Athletico, 104 dias atrás. A goleada de 4 a 1 escancarou as deficiências da equipe. O paraguaio foi mal no jogo e acabou sacado. Ele ainda entrou no segundo tempo do jogo contra o Fluminense. Ficou 26 minutos em campo.

O desempenho nas partidas contra Flamengo e Santos, adversários do Vasco na final do Campeonato Estadual e na Copa do Brasil, criou a desconfiança de que o bom nível mostrado no começo do ano foi graças à fragilidade dos adversários. O duelo contra o Goiás será uma oportunidade para tentar uma retomada no elenco. Aos 27 anos, Cáceres assinou com o Vasco por um ano, emprestado pelo Cerro Porteño, do Paraguai. Jogará amanhã pelo fato de Yago Pikachu ter sido puxado para o ataque pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

A primeira disputa interna no Vasco, ele ganhou. Apresentado ao lado de Cláudio Winck, também lateral-direito, virou titular enquanto que o colega de elenco está fora dos planos de Luxemburgo, treinando em horário separado. Amanhã Cáceres terá uma nova chance.

Cáceres volta ao time titular do Vasco

Jejum que incomoda

A partida será mais uma oportunidade para o Vasco acabar com o longo jejum sem vitórias como visitante no Campeonato Brasileiro. A última aconteceu contra o Cruzeiro, em novembro de 2017. O adversário atravessa crise, trocou de treinador, contratou Ney Franco para o lugar de Claudinei Oliveira, e teme se aproximar da zona de rebaixamento.

O medo, para o Vasco, é mais imediato. Mesmo que perca em Goiânia, não será dessa vez que a Chapecoense, primeiro time dentro do Z-4, poderá alcançá-lo. Ainda assim, o Cruz-Maltino não pode se dar ao luxo de emplacar o terceiro empate seguido na Série A. Mesmo longe de São Januário, deverá buscar os três pontos.

— O Goiás teve dois jogos atípicos contra Santos e Flamengo, vai ser um jogo difícil para nós. Temos um tabu para quebrar também. Vamos com responsabilidade — explicou o zagueiro Leandro Castan, capitão do time.

Pendurado com dois amarelos, ele disse que não vai se poupar para evitar o terceiro e ficar suspenso do clássico contra o Flamengo, dia 17.

Leia mais sobre: Vasco x Goiás, Raúl Cáceres

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »