Ramon fala sobre atuações de Vinícius, Lucas Santos e Fellipe Bastos

Ramon Menezes falou sobre as atuações de Vinícius, Lucas Santos e Fellipe Bastos e destacou as qualidades dos jogadores.

O Vasco já apresentou uma ligeira mudança sob o comando de Ramon Menezes, estreante do dia. O técnico viu uma equipe mais leve e agressiva derrotar o Macaé por 3 a 1, em São Januário, na quinta rodada da Taça Rio.

Depois da vitória, o novo comandante vascaíno admitiu ansiedade e 'frio na barriga'.

"Hoje, na palestra [pré-jogo], eu falei para os jogadores que há 24 anos eu estava sentado como eles estavam, eu chegando aqui como atleta. E o sentimento é o mesmo, aquele sentimento de ansiedade, frio na barriga. E quem sente isso é quem vive do futebol. E é bom. Eu saio daqui satisfeito pelo que realizamos dentro de campo, o trabalho é longo, a gente sabe que precisa trabalhar muito, trabalhar bastante. Mas a compra da ideia já se percebe, a mudança de comportamento. A tendência é evoluir, crescer e dar alegrias à torcida do Vasco", afirmou Ramon.

Leandro Castan, capitão do Vasco, comentou sobre a estreia do novo comandante. "Hoje a gente deu um 'saborzinho', assim. Mostramos um aperitivo do que ele quer. O principal é que a gente tem um jogo, sabe qual é o nosso jogo e gradualmente vamos melhorando. Depois de tanto tempo sem jogar pesa o ritmo de jogo também, mas para um primeiro jogo deu para ver bastante coisa", disse o zagueiro.

Ao analisar o que viu nos 90 minutos, Ramon diz estar empolgado. Ele aprovou o desempenho depois de tanto tempo sem jogar, e acredita que a equipe pode melhorar.

"Fiquei muito feliz pelo resultado, minha estreia como treinador do Vasco, sei a responsabilidade. O que falei no vestiário é que a vitória foi deles. Temos que ter pés no chão, mas eu saio daqui satisfeito, com mais vontade de seguir trabalhando, fazer essa equipe crescer. É a minha vontade dentro do clube", acrescentou.

Ramon Menezes fez sua estreia pelo Vasco

Veja outros trechos da entrevista

Equilíbrio e forma física

"Eu falei que estamos nessa busca de equilíbrio. Nessa volta, alguns jogadores demoraram um pouquinho para voltar. Então tem essa busca pelo equilíbrio, passando pela parte física e a parte tática de trabalho da equipe. E eu fiquei satisfeito. Nós sabíamos que alguns jogadores não iam suportar os 90 minutos hoje, muito tempo parado, e optamos pela saída. Então é a busca desse equilíbrio, o caminho é esse, sempre com pés no chão."

Vinicius e Lucas Santos

"O Vinicius é um jovem jogador, muito promissor. Um jogador que precisa ser condicionado, orientado. Hoje ele jogou numa faixa de campo que nos deu muitas opções. Ele conseguiu fazer a jogada mais forte dele, que é o um contra um. Ele conseguiu fazer várias jogadas. Tem o Lucas Santos que pode fazer isso também, é um jovem jogador que, há um ano, tinha mercado até fora do país. E, com esse resgate, ele tem tudo para ser o Lucas Santos que a gente espera."

Resgate de Fellipe Bastos

"O resgate, a importância dos atletas que estão trabalhando hoje. A evolução do Fellipe já era nítida nos treinamentos, o entendimento, o comportamento, de ideia de jogo. É o primeiro jogo, mas eu falei lá atrás que uma coisa que eu acho muito importante no futebol é você entrar no campo sabendo o que vai fazer, como vai fazer. E o Fellipe entendeu bem isso. Tem uma excelente parte técni'ca, enxerga o jogo, chuta bem."

Leia mais sobre: Fellipe Bastos, Lucas Santos, Ramon Menezes

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »