Presidente do São Paulo descarta ceder Diego Souza ao Vasco

O presidente do São Paulo descartou ceder Diego Souza ao Vasco da Gama, conforme foi cogitado nos últimos meses.

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, praticamente descartou nesta quinta-feira a possibilidade de ceder o meia Nenê e o atacante Diego Souza, que estão na mira de Fluminense e Vasco, respectivamente.

Recentemente, os dois clubes cariocas mostraram interesse em contar com os atletas são-paulinos por empréstimo, com parte dos salários sendo paga pelo Tricolor do Morumbi.

"Eu não vou pagar o Nenê para jogar no Fluminense e nem o Diego Souza [para jogar no Vasco]. Eu pago o jogador para jogar no São Paulo", afirmou Leco, em entrevista ao Globoesporte.com, no Rio de Janeiro, onde acontece nesta noite o sorteio dos grupos da Copa América.

Questionado sobre o atacante Alexandre Pato, o cartola são-paulino disse que não há qualquer negociação por ora. "Todos os movimentos ocorreram por parte do jogador. Ele gostaria muito, e nós também. Mas no momento não há nada", disse.

Até o momento, o São Paulo realizou sete contratações para a temporada de 2019. Leco não descartou a vinda de novos reforços, mas deixou transparecer que o elenco está fechado. "Não tem mais dinheiro, mas depende do mercado, da circunstância", concluiu.

Após golear o Mirassol por 4 a 1 na estreia do Campeonato Paulista, o São Paulo volta a campo na noite desta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), para enfrentar o Novorizontino, no estádio Jorge Ismael de Biasi.

Leia mais sobre: Diego Souza

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »