Pizarro revela conselhos de Rafael Vaz e diz que estudou o Vasco

David Pizarro, meia da Universidad de Chile, diz que conselhos de Rafael Vaz são importantes para o jogo contra o Vasco.

O retrospecto do Vasco contra equipes chilenas em casa é bastante favorável. O time de Zé Ricardo nunca foi derrotado por equipes do país sul-americano como mandante. O meia David Pizarro, da Universidad de Chile, adversária desta terça na Libertadores, afirma que a La U chega para derrubar esse histórico.

- Temos que pensar em ganhar, como equipe grande que somos. Não podemos ter a mentalidade que é uma competição onde temos tempo. Estamos aqui para competir, para vencer - destacou o meia.

Para buscar os três pontos, a La U conta com um aliado: Rafael Vaz, emprestado pelo Flamengo à equipe chilena, já defendeu o Vasco e conhece bem o treinador Zé Ricardo.

- Vimos como foi o Vasco em seu último confronto, pelo campeonato estadual. Os conselhos de Vaz são muito importantes. Estamos preparados. Mas sabemos que não conta muito os campeonatos nacionais, essa é uma competição diferente.

A experiência mais recente do Vasco contra chilenos é ótima. O Cruzmaltino venceu as duas partidas contra a Universidad de Concepción pela Pré-Libertadores, por 4 a 0 (Chile) e 2 a 0 (São Januário). Mas o duelo com a La U promete ser mais pegado: como adiantou Pizarro, o clube quer fazer história.

- Sempre conversamos com colegas, perguntamos. As informações são acessíveis, assim como podem observar a gente também. Sabemos que história se faz em jogos como esse, competições internacionais.

A La U treinou neste domingo no Ninho do Urubu. A imprensa acompanhou apenas os 15 minutos iniciais. O time comandado por Ángel Guillermo Hoyos faz nova atividade na tarde desta segunda, no CT do Flamengo.

Outros trechos da coletiva com Pizarro:

"Falta caráter a La U"

Se joga futebol em qualquer parte do mundo. Sobram desculpas. Sem disciplina e caráter se conseguem poucos resultados. Acredito que falta caráter para afrontar esse tipo de competição. Mais que futebol, temos que ter caráter para retomar nosso futebol.

Dificuldade da Libertadores

Estou feliz em jogar a Libertadores. Estou ansioso para chegar terça. Foi uma preparação dura e vamos buscar o resultado que precisamos. O ambiente está bom. Mas temos que ter muito cuidado. É uma competição diferente, as coisas podem mudar de um jogo para o outro. Sabemos que um detalhe pode mudar a partida.

Não fazer feio

Sabemos que o grupo é muito difícil, mas temos que estar concentrados. É a principal competição do continente. Temos que focar no torneio nacional também, mas é importante para nós pensar na visibilidade internacional. Temos que começar com o pé direito para adquirir confiança. Para os novatos e para mim, já que é minha última competição importante.

Leia mais sobre: Vasco x Universidad de Chile, Libertadores

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »