Mauro Galvão fala sobre Libertadores de 98 e período mágico do Vasco

O zagueiro Mauro Galvão relembrou a conquista da Libertadores de 98 e período mágico que teve defendendo o Vasco da Gama.

Sabe qual é a sensação de erguer um troféu da Copa Libertadores? Em 1998, o responsável por isso foi o zagueiro Mauro Galvão, capitão do Vasco. Hoje aposentado, ele concedeu entrevista exclusiva ao programa "Encontro com meu Ex", da TV Torcedores, e contou o que significou o momento que simbolizou a campanha.

"Quando você ergue a taça, você tá representando o grupo de jogadores, as pessoas que trabalharam naquele momento e todos os torcedores vascaínos. É um momento especial. Tenho orgulho de ter tido uma oportunidade de erguer esse troféu", declarou.

O momento do título, contudo, não foi o mais marcante da campanha de 98 para o zagueiro. Segundo Mauro Galvão, o jogo definitivo para o Vasco naquela Libertadores foi o confronto com o River Plate na semifinal.

"Foi um jogo lá em Buenos Aires, um jogo muito difícil, e nós sofremos uma pressão incrível. E ali nós ganhamos 70% da Libertadores. O River era o campeão, começamos perdemos o jogo, não conseguimos chegar lá na frente. E no final nós conseguimos empatar", acrescentou.

O ex-capitão vascaíno também falou sobre as emoções de enfrentar o Flamengo e testou seus conhecimentos sobre o Cruzmaltino em um "desafio" de perguntas e respostas sobre a equipe.

Veja abaixo a entrevista exclusiva:

Leia mais sobre: Libertadores

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »