Mateus Vital, ex-Vasco, revela que pensou abandonar a carreira em 2018

Ex-Vasco, o meia Mateus Vital revelou que pensou em abandonar a carreira em 2018, ano em que seu pai teve depressão.

Em uma live no Instagram, na manhã deste domingo, o meia Mateus Vital relembrou momentos difíceis que enfrentou na vida, como a morte da mãe quando tinha apenas nove anos, e revelou que chegou a repensar a carreira em 2018, temporada em que chegou ao Corinthians.

Contratado pelo Timão após se destacar pelas categorias de base do Vasco, Mateus Vital cogitou abandonar o futebol ao ver seu pai sofrendo:

– Pensei em desistir assim que meu pai teve depressão. Estou falando abertamente, sou um cara que não demonstra muitos sentimentos, nem minha família sabe muito disso. Mas foi um momento em que pensei em parar, as coisas não vinham dando certo, foi em 2018, logo que subi para o profissional, as coisas não estavam se encaixando. Foi logo que pensei em dar um passo atrás. Meu pai teve uma depressão muito forte e pensei se era o que eu queria para minha vida. Meu pai estava sofrendo, ele vive minha vida intensamente, como muitos pais de jogadores. E quando o filho sofre no campo, ele sofria – contou o jogador em conversa com John Cainó, que trabalha com marketing digital e mentoria.

– As coisas não aconteciam no futebol, ele sofreu e vinha num processo mental pela perda da minha mãe, as cosias se juntaram, foi criando uma bola de neve e ele teve depressão. Parei e pensei se era o que eu queria na vida, estávamos sofrendo, não tinha mais aquele bom ambiente dentro de casa. Mas conseguimos com a força de Deus nos manter firmes e ir no caminho rumo às vitórias.

Em quase uma hora de conversa, Mateus Vital falou sobre como a perda da mãe lhe causou sofrimento, mas também ajudou em seu amadurecimento. A busca pela carreira como jogador profissional era também um sonho da mãe, o que motivou o atleta.

Mateus Vital quando jogava pelo Vasco

Vital também lembrou de um momento em 2016, quando não vinha rendendo no Vasco e pediu para voltar ao time sub-20.

– O torcedor vê só o jogador, mas do lado de cá tem o Mateus Vital que tem a família, sou um ser humano como qualquer outro. A gente sofre por isso, mas desde cedo tem que saber lidar com as críticas. E o elogio quando vem é lucro. Temos que ter isso desde cedo na cabeça, criar essa casca para que as coisas externas não entrem na nossa cabeça.

Até a paralisação das competições, Mateus Vital vinha jogando pouco em 2020. Ele foi titular apenas uma vez com Tiago Nunes e entrou em outras sete partidas.

Leia mais sobre: Mateus Vital

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »