Marcos Júnior e Valdívia se colocam à disposição para o jogo contra o Galo

Novos reforços do Vasco da Gama, Marcos Júnior e Valdívia, se colocaram à disposição para o jogo contra o Atlético-MG.

Na véspera da partida contra o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco apresentou dois dos quatro reforços contratados após o Carioca. O meia-atacante Valdivia, emprestado pelo Internacional, e o volante Marcos Junior, contratado em definitivo junto ao Bangu, se colocaram à disposição para o jogo.

- Eu sou fominha, quero jogar sempre. Vamos ver quando sair a relação, mas eu quero jogar. Onde me destaquei mesmo profissionalmente foi pela beirada, mas qualquer posição ali na frente é bom. O importante é estar jogando - disse Valdivia.

- Eu acho que suportaria os 90 minutos, até porque lá no Bangu fiz todos os jogos. Eu me preparei. Trabalhei bastante para chegar esse momento e aguentar o jogo todo - avaliou Marcos Júnior.

Os dois já estão regularizados no BID e podem estrear com a camisa cruz-maltina assim que o técnico Marcos Valadares quiser. O atacante Jairinho também está liberado. Apenas o goleiro Sidão, que ainda não foi anunciado, mas está treinando com o elenco, não teve o nome publicado no site.

Sem jogar desde que saiu da Arábia Saudita, Valdívia, de 24 anos, agradeceu pela oportunidade de jogar no Vasco. Ele teve passagem marcante pelo Internacional, mas, após lesão, não conseguiu repetir o desempenho no São Paulo e no Atlético-MG.

- Estou muito feliz. Agradeço a Deus e à diretoria do Vasco. Mais uma oportunidade na minha carreira. Mais uma oportunidade de mostrar meu futebol, que não foi sorte. É o que eu mais gosto de fazer - avaliou.

Valdívia e Marcos Júnior

Marcos Junior fez bom Estadual pelo Bangu, que chegou às semifinais da Taça Rio e do Carioca. Aos 23 anos, ele chega ao primeiro clube grande do futebol brasileiro.

- Isso aqui acho que é o ápice da minha carreira. Maior sonho que já realizei. É um gigante do país. Prefiro jogar de segundo volante, mas onde me colocarem eu vou jogar. Chegamos para somar, então tenho de estar preparado. Treinava lá em Bangu, sem sombra nenhuma, com 40 graus - disse.

Leia mais sobre: Futebol, Valdivia, Marcos Júnior

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »