Luxemburgo recebe R$ 290 mil no Vasco e negocia aumento salarial

O técnico Vanderlei Luxemburgo recebe atualmente R$ 290 mil no Vasco da Gama e negocia aumento salarial com a diretoria.

No otimismo do Vasco quanto à permanência de Vanderlei Luxemburgo está embutida a necessidade de valorização do treinador. Nas conversas bem encaminhadas para seguir à frente da equipe em 2020, o técnico coloca à mesa o desejo de aumento salarial.

O atual, de R$ 290 mil, atrasou sistematicamente durante 2019. O treinador aceitou a condição e seguiu o trabalho até o fim, levando a equipe ao 12º lugar. Mas agora espera o reconhecimento disso — terminou o ano mais forte do que começou, com o nome especulado inclusive no Internacional, após a demissão de Odair Hellmann.

Na segunda-feira, o salário de agosto dele e do restante da comissão técnica foram pagos. Faltam ainda setembro, outubro e novembro e a diretoria prometeu até o fim do mês regularizar a questão.

Em São Januário, espera-se a confirmação de Luxemburgo para avançar no planejamento para 2020. O diretor de futebol André Mazzuco aguarda o sinal verde para iniciar os contatos mais claros no mercado, apesar de também conversar sua situação com o presidente Alexandre Campello. Seu contrato vai até maio.

Completa o trio remunerado que comanda o futebol vascaíno e que deve permanecer em São Januário em 2020 o gerente de futebol André Souza. Ele ganhou notoriedade neste fim de temporada ao ser denunciado e condenado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por ter agredido Gabigol no clássico com o Flamengo, terminado em 4 a 4, no começo de novembro.

PC Gusmão, coordenador técnico, faz a transição de jogadores da base para o profissional. Seu salário em São Januário é de R$ 56 mil.

Leia mais sobre: Vanderlei Luxemburgo

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »