Jornalistas paraguaios destacam qualidades de Matías Galarza

Os jornalistas paraguaios destacaram as qualidades do meia Matías Galarza, novo reforço do Sub-20 do Vasco da Gama.

Com a falta de recursos, o Vasco contratou pouco na atual temporada. Para o time profissional, chegaram apenas dois jogadores, os argentinos Germán Cano e Martín Benítez. O mercado sul-americano serviu também para reforçar as categorias de base. A aposta da vez foi no paraguaio Matías Galarza.

O meio-campista de 18 anos foi emprestado pelo Olimpia, do Paraguai, até 31 de janeiro de 2020 e vai integrar a equipe sub-20. Por ser um desconhecido aqui no Brasil, o Esporte News Mundo foi atrás de informações que justificam a sua contratação e pelos relatos que chegam do Paraguai, o Vasco fez uma boa aquisição.

A reportagem conversou com três jornalistas que cobrem diariamente o Olimpia e acompanharam de perto o surgimento de Matías Galarza. Gerardo Noguera, da Rádio ABC Color, destacou as qualidades do jogador, que apesar da idade, já estava sendo preparado para o time profissional.

— Ele é um garoto que joga nas duas faixas do campo, bastante completo e que dá muita velocidade ao jogo. Ele tem 18 anos e já esteve nos profissionais do Olimpia, inclusive fez pré-temporada esse ano com o time, porém não chegou a jogar. É um segundo volante, canhoto e tem uma grande técnica.

Apesar de ser volante, Carlos Díaz, da Rádio Tigo Sports, afirmou que Matías Galarza é um jogador que sabe fazer gols, ressaltando também as convocações para as seleções de base do Paraguai.

— Seria prematuro dar uma opinião exata sobre o jogador, porque ele ainda não estreou nos profissionais. Mas as referências que posso citar é que ele é um jogador de qualidade, um meio-campista que trabalha de área a área, tem uma boa pegada na marcação e marca muitos gols, somando inclusive convocações para a seleção de base do Paraguai.

Por fim, Ariel Insfrán, da Rádio La Unión, acredita no sucesso de Galarza no Vasco, clube que vai fazer o jogador evoluir ainda mais.

— É um jogador muito ágil, de muita técnica e velocidade. Creio que ele vá ter sucesso no Vasco, podendo evoluir bastante no aspecto tático e técnico. É muito bom jogador.

Se de fato evoluir, se firmar e ter sucesso com a camisa do Vasco, o clube vai poder adquirir o atleta em definitivo. A negociação prevê uma cláusula de compra ao fim do empréstimo. De acordo com a apuração da reportagem, o valor está fixado em US$ 1 milhão (R$ 5,24 milhões na cotação atual).

Matías Galarza

Sangue de boleiro

Matías Galarza segue a tradição da família quando o assunto é futebol, porém não seguiu à risca a posição em campo. Isso porque seu sobrenome é sinônimo de goleiros, uma verdadeira dinastia que fez história no futebol sul-americano. Ramon Galarza (tio-avô) foi goleiro do Paraguai na Copa do Mundo de 1958.

Depois de Ramon, começou a trajetória da família em solo boliviano, com Arturo (avô) e Luis Esteban (tio-avô), que jogaram no país na década de 70. Ambos se naturalizaram e chegaram a defender a seleção da Bolívia, caminho seguido por Sergio Galarza (tio), que disputou quatro edições de Copa América (1999, 2004, 2007 e 2011).

O pai, Rolando Galarza, também foi goleiro na Bolívia, assim como o tio Luis Eduardo, mas sem o mesmo sucesso dos parentes. Em contato com o ENM, o pai coruja não poupou elogios ao filho, afirmando que Matías vai evoluir ainda mais no Vasco.

— Ele é um volante com chegada nas duas áreas. É um recuperador de bola, mas muito bom com os pés. O Vasco vai melhorar ainda mais o jogo dele. Matías está muito entusiasmado — afirmou Rolando Galarza.

Por conta da pandemia de coronavírus, as atividades do futebol de base estão suspensas. Ainda não há previsão de chegada de Matías Galarza ao Brasil. A expectativa é que isso aconteça na segunda semana do mesmo que vem.

Leia mais sobre: Sub-20

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »