Dinheiro de premiação motiva o Vasco nesta reta final do Brasileiro

Longe do Z4 e da Libertadores, o Vasco da Gama busca uma melhor colocação nesta Brasileiro de olho no dinheiro de premiação.

Vanderlei Luxemburgo alterna o discurso a cada jogo do Vasco. Se o time vence bem, deixa escapar um sonho de conseguir uma vaga na Libertadores. Se o tropeço vem, a narrativa é de "brigar para sair da confusão" do rebaixamento. Agora, afinal, com a situação na parte de baixo da tabela resolvida e, ao mesmo tempo, ainda distante da vaga na principal competição continental, o que motiva o Cruzmaltino? A resposta é simples: dinheiro de premiação.

Com a vitória sobre o CSA, no último domingo, o Vasco ocupa o 11º lugar na classificação, com 42 pontos, e quer entrar na primeira página da tabela, o que representaria ao menos mais R$ 3 milhões nos cofres, uma vez que o 10º colocado receberá R$ 18,5 milhões contra R$ 15,5 milhões do décimo primeiro.

Um nono lugar, hoje com o Bahia - 43 pontos -, não está descartado. Tal colocação representaria R$ 19,8 milhões na premiação paga pela CBF.

"Vasco vem fazendo boas apresentações fora de casa, mas agora precisamos fazer o mesmo dentro de casa. Hoje foi um jogo importante, três pontos que nos aproximam do nosso objetivo", disse Oswaldo Henríquez. "Vamos com força máxima. O Flamengo é uma grande equipe, vai ser um jogo difícil", completou o técnico Vanderlei Luxemburgo.

No total, a CBF distribuirá R$ 330 milhões entre os 16 primeiros colocados - valor cinco vezes maior que o de 2018, ano que totalizou R$ 64 milhões em premiação.

Na próxima rodada, o Vasco recebe o Flamengo, nesta quarta-feira, no Maracanã. Uma vitória sobre o rival ajudaria bastante o time a se firmar ainda mais na parte de cima da tabela.

Leia mais sobre: Vasco x Flamengo, Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »