Comissão de reforma do estatuto do Vasco é convocada para nova reunião

Após mais de um ano, comissão de reforma do estatuto do Vasco da Gama é convocada para nova reunião na próxima semana.

Treze meses depois da última reunião, a comissão de reforma do estatuto do Vasco vai voltar a se encontrar. O presidente do grupo, Roberto Monteiro, convocou para a próxima semana nova rodada de discussão - a última para o assunto havia acontecido em 29 de junho de 2018.

Por conta da instabilidade política do clube, a comissão havia cessado de se reunir no segundo semestre de 2018. Na época, houve apenas um encontro, em setembro, mas este foi para dirimir adequações do estatuto ao Profut.

Há a expectativa de que a eleição direta entre na pauta desta nova reunião. Nos encontros anteriores, prevaleceu a ideia de eleição indireta, com o presidente sendo escolhido pelos conselheiros numa segunda fase.

Entre outras propostas, elaboradas ainda no ano passado, está o aumento do tempo mínimo como sócio para se candidatar a presidente: de cinco para 10 anos. Os associados precisariam ter dois anos de filiação para poder votar.

A comissão de reforma do estatuto é composta por oito membros: Alexssander Tavares, Bruno Barata, Carlos Leão, Denis Carrega Dias, Leonardo Rodrigues, Luis Manuel Fernandes, Mauro Abdon e Roberto Monteiro.

Veja outras possíveis mudanças:

Para votar: o sócio precisará ter, pelo menos, dois anos de associação para poder votar. Atualmente, o limite é de um ano.

Elegibilidade: para ser candidato a presidente, o sócio precisará ter 10 anos de efetividade social, 35 anos de idade e pelo menos um exercício como membro do Conselho Deliberativo do clube. Para os demais cargos, precisará ter oito anos de efetividade social.

Conselho Deliberativo: passará a ter 360 membros, em vez dos 300 atuais: 180 eleitos e outros 180 natos. Atualmente, são 150 eleitos e 150 natos.

Conselho Fiscal: passará a ter cinco membros, em vez dos três atuais. Três serão eleitos pela chapa vencedora e outros dois pela segunda colocada.

Conselho de Beneméritos: passará a ter 200 membros. Atualmente, são 157, sendo 150 natos. No estatuto atual, não está estabelecido número de representantes.

Leia mais sobre: Futebol, Política

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »