Com Luxemburgo, Vasco tem números de G6 fora de casa

O Vasco da Gama tem um dos melhores aproveitamentos do Campeonato Brasileiro em jogos disputados fora de casa.

Se o desempenho do Vasco em São Januário tem decepcionado em jogos recentes, quando o time entra num campo menos conhecido, os resultados têm sido satisfatórios. Mais especificamente com Vanderlei Luxemburgo, a eficiência demonstrada fora de casa dá confiança ao Cruz-Maltino para o clássico com o Flamengo desta quarta-feira, que será no Maracanã, com minoria de torcedores vascaínos.

O desempenho de Luxa neste Brasileiro, como visitante, é dos melhores do Campeonato Brasileiro. Com cinco vitórias, cinco empates e cinco derrotas, o treinador cruz-maltino tem números melhores longe dos próprios domínios, por exemplo, que o Internacional, que está na zona de classificação à Copa Libertadores. Cada jogo, uma estratégia. Assim o sucesso vem sendo obtido. A última vitória foi sobre o CSA, no último domingo.

- Se eu for jogar contra o CSA, aqui, e ficar atrás vou perder o jogo. Sabia que o CSA viria para cima pelas entrevistas que o Argel (Fucks, técnico do time alagoano) deu, falando que ia jogar quatro jogos decisivos aqui. Estudamos, sabíamos que iam botar dois atacantes de área, Alecsandro e Ricardo Bueno - revelou o treinador após a vitória por 3 a 0 no último fim de semana.

Naturalmente, para um jogo contra o líder da competição, com as atuações que vem tendo, e sendo um clássico com menos apoio na arquibancada, espera-se dificuldades. Mas o placar que foi elástico mais por pênaltis perdidos no encontro do primeiro turno, aliado ao estudo do rival, dá aos jogadores do Vasco a clareza das possibilidades.

- É um Flamengo com muita posse de bola, que troca posições no meio-campo. Nós vamos tentar entender o futebol e estudar as últimas partidas deles, como já fizemos com algumas. Contra o Botafogo, eles sofreram para achar o gol. Vamos tentar levar para o campo as dificuldades deles. Foi uma partida interessante a do Botafogo. Eles fecharam a saída de bola deles atrás antes da expulsão. E nós, lembrando da partida em Brasília, antes de sofrermos o gol, tivemos três oportunidades de marcar. Vamos com a intenção de jogar com personalidade - garante o zagueiro Henríquez.

Veremos a prática quando a bola rolar.

Leia mais sobre: Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »