Campello ataca agentes de Talles por contato com o Urubu; LifePro nega

O presidente Alexandre Campello atacou os agentes de Talles Magno, após saber que teriam oferecido o atacante ao Flamengo.

O presidente Alexandre Campello, do Vasco, se irritou ao saber "extraoficialmente" que o Flamengo recebeu a informação de que o atacante Talles Magno poderia se transferir para um clube brasileiro por um valor considerado baixo. A possibilidade de transferência chegou ao ouvido, também, do pai da joia, mas não foi adiante.

Em contato com o GloboEsporte.com, Campello atacou os agentes de Talles Magno, da LifePro, que teriam oferecido a promessa ao Flamengo - em nota, a empresa nega e diz que "nenhum representante da LifePro entrou em contato com o Flamengo" para falar do atacante.

O presidente citou casos em que, segundo ele, o Vasco teve problemas com os empresários que cuidam da carreira do jogador de apenas 17 anos - o contrato deles com a joia cruz-maltina termina no início de outubro.

- Eu soube extraoficialmente dessa situação de que ofereceram o Talles para o Flamengo. Eu não duvido de nada, por conta da forma como esse pessoal trabalha. Lá atrás, em alguns momentos, tentaram me chantagear. Em uma das vezes com o próprio Maxi (López), com o Castan. Com coisas do tipo: o Maxi tinha contrato até dezembro de 2019 e em dezembro de 2018 queriam que eu renovasse, porque teria proposta do Inter, do Corinthians, e queriam que aumentasse o salário para R$ 500 mil. E o mesmo fizeram com o Castan, sem o Castan saber - disse Campello.

A relação do Vasco com a LifePro, inclusive, já foi melhor. No ano passado e no início de 2019, a empresa foi a responsável por intermediar as contratações de Maxi López, Bruno César e Leandro Castan, com meio de campo feito pela "Turma do Quiosque".

A proximidade, porém, azedou nos últimos meses. As partes se afastaram e diminuíram contatos depois da negociação para tentar renovar o contrato de Maxi López, apesar de, em nota, a empresa reiterar "a boa relação com o Clube de Regatas Vasco da Gama".

Enquanto isso, independentemente de relações com empresários, o Vasco tenta renovar o contrato de Talles Magno. O presidente Alexandre Campello confia numa ampliação do atual vínculo, que é válido até o fim de junho de 2021. A ideia do clube é aumentar os salários e a multa para o exterior, que é de 50 milhões de euros (cerca de R$ 226 milhões na cotação atual).

Com o aumento salarial, a multa contratual para clubes brasileiros também aumentaria e afastaria possíveis interessados. O valor, que hoje é de R$ 12 milhões e é considerado baixo, é estipulado proporcionalmente aos rendimentos - no máximo 2 mil vezes o valor do salário.

- Tem, sim (chances de renovar). Estamos preocupados com isso há bastante tempo. Acredito que em breve a gente tenha notícias, consiga renovar. Essa é a expectativa. Você acaba tendo de renegociar o contrato todo, porque o jogador agora tem outras condições. Negociação é a força que cada lado tem. Para aumentar a multa, temos de aumentar os valores - completou Campello.

Talles Magno foi promovido ao elenco principal do Vasco pelo técnico Vanderlei Luxemburgo e se tornou o principal nome da equipe em pouco tempo. O garoto tem nove jogos e dois gols no Campeonato Brasileiro.

Campello ataca agentes de Talles

Veja, abaixo, a nota oficial da LifePro sobre o caso:

"A Lifepro, empresa de gestão de carreira de atletas de alta performance, toma a liberdade de esclarecer alguns pontos citados:

- O título, que contém "procura de agentes ao Flamengo", se mostra equivocado. Nenhum representante da Lifepro entrou em contato com o Flamengo para falar sobre o atleta Talles Magno. Neste momento, apenas a Lifepro e o agente Bruno Lopes podem se manifestar oficialmente, junto ao mercado e à imprensa, como representantes do atacante do Vasco.

- Desde 2016, a Lifepro representa a carreira do atleta Talles Magno, em parceria com o agente Bruno Lopes, priorizando sua formação como jogador de futebol, dentro e fora de campo, e participando do desenvolvimento de sua carreira, desde as categorias de base até chegar à equipe profissional. Durante todo o processo, o principal objetivo foi que o atleta priorizasse sua formação e pudesse ajudar o Vasco da Gama. Hoje, ele é titular, convocado à Seleção Brasileira (das categorias de base) e apontado como uma das principais joias do Brasil.

- A Lifepro, em nenhum momento, foi procurada pela diretoria do Clube de Regatas Vasco da Gama para renovar o contrato do atacante Talles Magno, que vai até junho de 2021. Vale ressaltar que, desde o princípio, o objetivo era ajudar na formação do atleta para que ele pudesse evoluir gradativamente.

- A Lifepro reitera a boa relação com o Clube de Regatas Vasco da Gama, bem como os outros clubes do futebol brasileiro e mundial. Foi por meio de nossa experiência, respaldo e credibilidade, com total transparência, que ajudamos a levar os atletas Maxi Lopez, Leandro Castan e Bruno César ao Vasco da Gama. Não há nenhuma relação deteriorada por conta de alguma destas negociações (nota da redação: o GloboEsporte.com mantém a informação de que há um litígio entre o clube e a empresa).

- Nossa relação com o atleta Talles Magno, bem como seu irmão, Kaio Magno, também atleta do Vasco da Gama, e toda sua família, sempre foi excelente. Independentemente da relação contratual, estaremos sempre à disposição. Vale ressaltar também a educação dada aos dois por seus pais Carlos e Claudineia, e que qualquer decisão tomada pelos atletas não temos dúvida de que será para o bem de todos os envolvidos.

- Sempre estivemos à disposição, por meio de nossos representantes e de nossa assessoria de imprensa, para esclarecer todas as questões e dúvidas sobre os assuntos abordados na matéria. Prezamos a transparência, ética e igualdade para todos os envolvidos, que é a prática do bom jornalismo.

Att.

Equipe Lifepro"

Leia mais sobre: Alexandre Campello, Talles Magno

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »