Especulado no Vasco, Bergson acerta com o Atlético-PR

O atacante Bergson, que foi especulado no Vasco da Gama, acertou com o Atlético-PR para temporada de 2018.

Um dos artilheiros da Série B do Brasileiro, o atacante Bergson será reforço do Atlético Paranaense em 2018. A negociação foi concretizada nesta terça-feira, dia 12. O Paysandu, clube onde o jogador brilhou na temporada com 28 gols, fez uma proposta de renovação para os próximos dois anos, entretanto, a do Furacão foi bastante superior e, a partir de agora, contará com o futebol do gaúcho de 26 anos.

Mesmo em meio à campanha irregular do Paysandu na Série B – 11ª posição com 48 pontos -, Bergson se destacava e fazia história no clube paraense. Ele se tornou o artilheiro do Papão em uma temporada dos anos 2000 desde Robgol, ídolo Alviceleste, que marcou 29 gols em 2005. A valorização fez com que o atacante recebesse uma enxurrada de propostas. No total, foram oito de equipes da Segundona e outras oito da Série A, além de três de fora do país: Emirados Árabes, Tailândia e Coreia do Sul.

Bergson nunca escondeu o desejo de disputar a elite do Brasileiro, apesar do assédio do Goiás e da oferta oficial de renovação por parte do Paysandu, onde o jogador se adaptou rápido e virou xodó da torcida. Das procuras do Brasileirão, quatro delas evoluíram nas últimas semanas: Botafogo, Vasco, Bahia e Atlético-PR. O que pesou no acerto com o clube paranaense foi a estrutura, uma das melhores do país.

Natural de Alegrete, no Rio Grande do Sul, “Bergshow”, como ficou conhecido em Belém, foi revelado nas divisões de base do Grêmio. De lá, passou por Suwon Bluewings-Coreia do Sul, Vila Nova, Ypiranga, Braga-Portugal, Juventude, Portuguesa, Chapecoense, Busan IPark-Coreia do Sul e Náutico. Contratado pelo Paysandu no início de 2017, marcou o gol no clássico Re-Pa que garantiu o título do Campeonato Paraense, terminando com a artilharia da competição com 11 gols.

A boa fase se prolongou na Segunda Divisão: 16 gols, garantindo o posto de maior artilheiro do torneio nacional ao lado de Mazinho, do Oeste. Balançando as redes em 28 oportunidades neste ano, o atacante só ficou atrás de Henrique Dourado, do Fluminense, com 32 gols, e de Fred, do Atlético-MG, que fez 30, mas desbancou Jô, campeão brasileiro pelo Corinthians, que marcou 25 gols.

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »