Após reclusão total, Vasco chega ao Rio para decidir futuro

Os jogadores, que não eram vistos publicamente desde a derrota para o Criciúma, chegaram ao Rio para partida com o Ceará, sábado.

O torcedor do Vasco, enfim, viu a feição do elenco na semana que vai decidir o futuro do clube em 2017. Depois de quase quatro dias reclusos no CT João Havelange, em Pinheiral, os jogadores, que não eram vistos publicamente desde a derrota para o Criciúma, sábado, chegaram ao Rio de Janeiro para partida com o Ceará, sábado, às 17h30 (de Brasília), no Maracanã. A baixa é Éderson, que não se recuperou de lesão muscular.

O atacante desembarcou no hotel onde a delegação ficará concentrada, na Barra da Tijuca, mas pegou um táxi e seguiu para casa. Ederson fez tratamento intensivo em Pinheiral para ficar como opção no banco de reservas. Isso porque o novo titular de Jorginho é Jorge Henrique. O jogador participou das atividades no Sul do estado no lugar de Bruno Gallo, tornando o time mais ofensivo. Na defesa, Rafael Marques substitui o suspenso Luan. A provável escalação é Martín Silva, Madson, Rafael Marques, Rodrigo e Julio César; Diguinho, Douglas, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Thalles. 

Não houve presença de torcedores para palavras de apoio ou protesto na chegada ao Rio de Janeiro. Sem falar com os jornalistas, os jogadores seguiram para seus quartos, assim como toda comissão técnica. O presidente Eurico Miranda e seu filho, Eurico Brandão, o Euriquinho, não estavam no ônibus que trouxe o grupo de Pinheiral. 

Com 62 pontos, o Vasco é o quarto colocado na Série B e precisa de uma vitória sobre o Ceará para garantir o acesso sem depender de outros resultados. Bahia e Náutico são os outros dois clubes que brigam por uma vaga na Série A. Em caso de tropeço dos cariocas, os baianos já se classificam, enquanto o Timbu precisa vencer o Oeste, em Pernambuco.

Leia mais sobre: Vasco x Ceará, Campeonato Brasileiro

Comentários

Copyright © 2010-2016 Vasco Notícias. Todos os direitos reservados. Política de PrivacidadeFale ConoscoSobre nós