5 ídolos do Vasco assistiram ao jogo contra o Concepción em São Januário

Dinamite Carlos Germano, Odvan, Sorato e Márcio assistiram ao jogo contra o Concepción ao lado de Alexandre Campello.

Na sala da presidência, Alexandre Campello dividiu a sacada da janela com Carlos Germano, Odvan, Sorato e Márcio, todos eles campeões da Libertadores de 1998. Vinte anos depois, eles viram o Vasco retornar à competição em São Januário e fazer o dever de casa com louvor. A vitória por 2 a 0 sobre a Universidad Concepción, do Chile, confirmou a vaga já certa para a próxima fase e sacramentou uma goleada de 6 a 0 no placar agregado.

Na próxima fase, a última antes da entrada na de grupos da Libertadores, o Vasco enfrentará o vencedor do duelo entre Oriente Petrolero e Jorge Wilstermann, ambos da Bolívia. O último venceu o jogo de ida por 2 a 1 e tem a vantagem na partida de volta, a ser disputada nesta quinta-feira.

Quem também aplaudiu a classificação em São Januário foi Roberto Dinamite, aos poucos se livrando do exílio dos tempos da gestão de Eurico Miranda. O ex-presidente, maior ídolo do clube, certamente gostou do gol marcado logo aos cinco minutos do primeiro tempo. Wagner recebeu na esquerda e cruzou na medida para Paulinho, que fez 1 a 0 e se tornou o mais jovem do Vasco a fazer gol na Libertadores.

Ídolos do Vasco ao lado de Campello

- É um momento muito importante para mim - festejou Paulinho: - Vinha trabalhando muito para chegar a essa Libertadores e fazer um grande campeonato. Estava sofrendo um pouco no Carioca, mas é normal, pelo condicionamento físico. É um privilégio para mim alcançar essa marca.

Ainda no primeiro tempo, veio o segundo gol, também com a participação do camisa 11. Aos 41 minutos, cruzou para Yago Pikachu, lateral-direito que apareceu no lado esquerdo da grande área para fazer 2 a 0 Vasco.

Na volta do intervalo, a partida seguiu sob controle, o que não mudou nem com a expulsão de Erazo. Depois então que a Universidad Concepcíon também ficou com um jogador a menos - De La Fuente levou o cartão vermelho -, o Vasco teve tudo para repetir a goleada do jogo de ida. Entretanto, Riascos perdeu duas ótimas oportunidades de gol.

- Nunca joguei na altitude, mas se precisar, estou preparado, treino para isso - afirmou o atacante Paulinho, já projetando o duelo contra o rival boliviano, ainda indefinido.

Leia mais sobre: Vasco x Concepción, Libertadores

Comentários

Leia também

Copyright © 2010-2018 Vasco Notícias. Todos os direitos reservados. Política de PrivacidadeFale ConoscoSobre nós