VP de comunicação do Vasco publica mensagem de solidariedade a jornalistas

VP de Comunicação do Vasco da Gama saiu em defesa dos jornalistas que foram atacados por criticarem a contratação do jogador Robinho.

Altair Alves
Por Altair Alves
-  20 de outubro de 2020 às 02:04-  Atualizada em 20 de outubro de 2020 às 19:34
Cláudio Rial Fernandez, VP de Comunicação do Vasco
Cláudio Rial Fernandez, VP de Comunicação do Vasco
data-full-width-responsive="true"

O vice-presidente de Comunicação do Vasco Gama, Cláudio Rial Fernandez, publicou nesta segunda-feira (19) uma mensagem de apoio e solidariedade aos jornalistas Carlos Cereto, Ana Thais Matos, Marília Ruiz e Rodrigo Capelo. Os quatro tiveram seus números pessoais vazados em grupos de WhatsApp durante a semana e receberam ameaças de torcedores do Santos após terem feitos críticas ao atacante Robinho, condenado em primeira instância pela Justiça Italiana por estupro.

– Minha total solidariedade e admiração aos colegas de profissão Ana Thaís Matos, Carlos Cereto, Marília Ruiz e Rodrigo Capelo. Pobre de uma sociedade que não tolera opinião e briga contra a informação e os fatos!

A repercussão do caso levaram clube e jogador a rescindirem o contrato. Em entrevistas, Robinho chegou a dizer que estava sendo “perseguido pela TV Globo” e deu declarações desmerecendo a luta de movimentos feministas.

O jogador chegou ao Santos como a grande contratação da temporada. No entanto, seu nome não foi bem recebido por conta de uma condenação por violência sexual na Itália, em 2017. Robinho foi condenado em 1ª Instância pelo Tribunal de Milão. O atleta alega ser inocente e recorreu da decisão.

Leia Mais Sobre