"Venho para ajudar o Vasco e o Vasco me ajudar", diz Bruno César

O meia Bruno César afirmou que retornou ao Brasil para provar seu valor defendendo a camisa 10 do Vasco da Gama.

A decisão de retornar ao Brasil após quatro anos jogando na Europa não foi tão difícil para Bruno César quanto se imagina. Muitos fatores pesaram na balança: o nascimento do filho Romeu, atualmente com seis meses, o convite do Vasco e, principalmente, a chance de confirmar seu valor na terra natal.

Bruno estava no Sporting, de Portugal. Jogou pouco na última temporada, mas antes colecionou bons momentos, como partidas na Liga dos Campeões e gols sobre Juventus, Borussia Dortmund e Real Madrid. Mas ele sentia que ainda precisava mostrar sua melhor versão no Brasil.

- Vejo como uma afirmação. Fiz um grande ano no Corinthians, não fiz um bom pelo Palmeiras. Nessa terceira passagem existe a dúvida de qual será o Bruno César. Já provei meu valor fora do Brasil, pude disputar três Ligas dos Campeões, fiz gols importantes, mas aqui no Brasil ainda existe uma desconfiança. Pude ajudar com o futebol e sou muito feliz com minha carreira. Venho para ajudar o Vasco e o Vasco me ajudar – disse o meia.

Pesou também o lado pessoal. Romeu, o primeiro filho de Bruno César, não se adaptou bem ao frio da Europa. Tanto que voltou antes do pai para o Brasil, já na reta final da negociação com o Vasco.

- Foi uma decisão em conjunto com minha família. Sabíamos que já estávamos faz tempo na Europa e achamos que era o momento certo para voltar. Junto com a decisão teve o convite do Vasco, o projeto que o Alexandre (Faria) e o Alberto (Valentim) me falaram pesou, principalmente no momento em que queria voltar.

Bruno César durante treino

Nesta entrevista, concedida já sob o calor inclemente de Atibaia, no interior de São Paulo, Bruno César falou de sua expectativa para o Vasco, a parceria com Maxi López, a desconfiança em relação a seu peso e o papel da religião em sua carreira – ele tem no braço uma tatuagem da Mãe Rainha, um santuário que fica justamente na cidade paulista.

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »