Vasco volta ao Campeonato Brasileiro com fôlego renovado

O Vasco da Gama teve um período isolado treinando em Foz do Iguaçu e enfrenta o Grêmio para testar a evolução durante pausa.

O Vasco decidiu ir para longe do Rio de Janeiro na reta final da pausa do Campeonato Brasileiro para a Copa América para fugir um pouco da rotina e aproximar ainda mais os jogadores para a missão de lutar contra o rebaixamento. Neste sábado, depois de uma semana isolado em Foz do Iguaçu, o Cruz-Maltino enfrenta o Grêmio, às 17h, para provar que o período longe deu resultado.

Depois de três testes, vitórias sobre Madureira (3 a 0), Rio Branco (2 a 0) e Atlético-GO (1 a 0), o Vasco viajou para Foz do Iguaçu no dia 4 de junho à noite para se concentrar num luxuoso hotel, o mesmo em que a seleção brasileira ficou para a Copa América de 1999, também sob comando de Vanderlei Luxemburgo, em busca de bons ares.

No sul do Paraná, o Vasco não encontrou, porém, apenas bons ares. Os ares estavam, na verdade, bem gelados. No sábado, o Cruz-Maltino venceu amistoso contra o Foz do Iguaçu por 3 a 1, no Estádio do ABC, sob frio de cerca de 4ºC. Para suportar a baixa temperatura, a comissão técnica preparou um esquema de guerra.

Depois do último amistoso, o Vasco se debruçou em treinamentos para se preparar para o jogo contra o Grêmio. Durante a semana, porém, o técnico Vanderlei Luxemburgo teve de lidar com alguns imprevistos. Os atacantes Rossi e Marrony perderam treinos por causa de dores na panturrilha e no púbis, respectivamente.

Na última sexta-feira, ambos treinaram normalmente e mostraram estar à disposição do treinador, apesar dos sustos. Rossi será o titular do ataque ao lado de Valdívia e Marquinho, enquanto Marrony ficará no banco de reservas. No meio, a outra mudança é a entrada de Richard, recém-chegado, no lugar de Andrey, que perdeu a posição.

Depois de sete treinos, o técnico Vanderlei Luxemburgo vê o Vasco mais entrosado do que antes de ir a Foz do Iguaçu. O treinador ficou satisfeito com o nível técnico apresentado nas atividades desta semana e está confiante para o restante da temporada, apesar de publicamente apostar na briga do Cruz-Maltino contra o rebaixamento do Brasileirão, apenas.

Durante a semana em Foz do Iguaçu, acompanhamos jogadores unidos em conversas, em idas ao Paraguai e passeios rápidos pela cidade quando tinham folga. A viagem, na visão da comissão técnica, foi bem aproveitada. Agora, a missão é fugir cada vez mais do Z-4 do Campeonato Brasileiro: o Vasco tem nove pontos e está em 15º lugar.

Neste sábado, o Vasco entra em campo com Fernando Miguel, Pikachu, Henríquez, Ricardo e Danilo Barcelos; Richard, Raul e Marcos Júnior; Rossi, Valdívia e Marquinho.

Jogadores sofreram com o frio em Foz do Iguaçu

Avanços em Foz do Iguaçu

Os ares, gelados ou não, de Foz do Iguaçu fizeram bem ao zagueiro Breno. Recuperado de uma cirurgia e sem jogar desde o início de agosto do ano passado, o defensor fez, durante o período de treinos no Paraná, sua primeira atividade totalmente liberado pelo departamento médico, com os demais companheiros.

Breno segue uma programação de treinos diferente do elenco, mesmo recuperado da lesão no joelho, por ainda estar recuperando o condicionamento físico. Na quarta-feira, ele participou do coletivo normalmente e formou dupla com Leandro Castan, que também está recuperado de uma lesão na coxa.

Leia mais sobre: Vasco x Grêmio, Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »