Vasco teria preferido Vinícius Araújo a Bruno César em agosto

Jornalista afirmou que o Vasco da Gama teria preferido Vinícius Araújo a Bruno César em agosto, e criticou a diretoria vascaína.

Bruno César, o meia de 30 anos que o Sporting libera para vir jogar no Vasco, não entraria numa lista com os dez melhores brasileiros da posição.

Talvez não figure nem entre os vinte ou trinta!

Mesmo ainda, deveria ser recebido com festa na chegada, porque vem do futebol europeu.

E lá, a gente sabe bem que o nível de competitividade é enorme.

E ok que venha de um clube do segundo escalão.

Bruno César dará peso a um elenco que ainda carece de pelo menos um volante de maior envergadura.

O Vasco, açoitado por suas mazelas, encolheu-se de tal forma que sua gente se habituou a cultuar famosos decadentes e anônimos medíocres.

E por isso a torcida até hoje pede que Rodrigo Caetano volte ao clube.

Porque não dá para esquecer a montagem do time de 2010/11, com reforços trazidos sem dinheiro. Sobretudo Felipe, Éder Luís, Alecsandro e Diego Souza.

Astros que, somados à prata da casa, renovaram, com o título da Copa do Brasil, a auto-estima dos vascaínos.

Podemos discutir se era a melhor estratégica, ainda mais após o desmonte da gestão de Roberto Dinamite.

Mas que foi a última vez que o Vasco se fez grande, não tenho dúvidas.

De volta à contratação de Bruno César, a quem carinhosamente chamam de "chuta-chuta", devo dizer que não foi o Vasco que o escolheu.

Foi, sim, o jogador que comprou a ideia de vestir a camisa do clube.

Queria jogar ao lado amigo do ex-companheiro de Corinthians Leandro Castán e do argentino Maxi López, que goza de prestígio na Europa.

Bruno César, inclusive, já queria ter defendido o clube no Brasileiro de 2018.

E certamente teria evitado que o time passasse o sufoco na luta contra a degola.

Mas, inacreditavelmente, a verba que deveria ter sido empregada na chegada do meia fora comprometida com outra operação.

Mais precisamente, na espafúrdia contratação do atacante Vinícius Araújo.

Obra do executivo (sic) Alexandre Faria, que até hoje não entendeu o tamanho de sua responsabilidade.

E pelo que percebo em seus atos, segue sem ter a menor noção da grandeza do Vasco.

Ou seja: se não for bem tutelado, comprometerá mais um ano de trabalho...

O Vasco, administrativamente, está fazendo tudo certo, como visto na apresentação de Alexandre Campello e Adriano Mendes voltada ao mercado publicitário.

Mas não pode deixar que sua principal pasta seja contaminada pelo vírus da mediocridade.

O estrago costuma ser grande...

Leia mais sobre: Vinícius Araújo

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »