Vasco terceirizou jogo contra o Urubu e recebeu cota adiantada

O Vasco da Gama terceirizou o jogo contra o Flamengo no Mané Garrincha e recebeu uma cota antecipada pelo clássico.

A renda do clássico entre Vasco e Flamengo em Brasília não irá para os cofres cruz-maltinos. Apesar de ter rompido o contrato com a empresa do ex-jogador Roni, o Vasco terceirizou a operação do jogo e recebeu uma cota antecipada, estimada entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão, que já estava negociada desde dezembro de 2018.

Ao todo, a renda bruta do clássico ficou em R$ 5.285.443,00 - o publico de 65.418 pessoas foi o maior do ano no Brasil. O borderô do jogo ainda não foi divulgado, mas há gastos relevantes com a operação da partida e com o fretamento dos aviões que levaram as duas equipes para a Brasília, o que deve diminuir bastante a renda líquida.

- O Vasco tinha um contrato com a empresa do Roni e já havia recebido por isso. Esses jogos são sempre um risco. Somos do Rio de Janeiro, para operar jogo lá (em Brasília) é complicado. Você precisa de alguém para fazer isso. Contratamos uma empresa, ainda não sei o resultado (do borderô). Mas essa renda não resolve muita coisa - explicou o presidente do Vasco, Alexandre Campello.

Vasco perdeu para o Flamengo

Leia mais sobre: Vasco x Flamengo, Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »