Vasco tenta reencontrar o equilíbrio diante da pior defesa do Brasileiro

O Vasco da Gama está há três jogos sem vencer e busca retornar o bom desempenho diante do Bahia, nesta quarta-feira.

França Fernandes
Por França Fernandes
-  7 de outubro de 2020 às 11:44-  Atualizada em 7 de outubro de 2020 às 11:44
Conversa de Ramon com jogadores
Conversa de Ramon com jogadores (Foto: André Durão)
data-full-width-responsive="true"

O Vasco já vinha com rendimentos abaixo do que a torcida gostaria, e tomou uma pancada no último domingo. A goleada sofrida para o Atlético-MG fez o time despencar na tabela do Campeonato Brasileiro e mal há tempo para o resultado ser digerido. Menos mal que, após o líder da competição, o adversário desta quarta é o Bahia, que tem a pior defesa da competição, com 22 gols sofridos.

Do lado cruz-maltino, a atuação ainda precisa melhorar. São cinco jogos sem vencer – três no Brasileirão. É Ramon Menezes tentando reencontrar a fórmula do sucesso inicial à frente do time.

– Sempre falei do equilíbrio. Fazer muitos e tomar poucos gols. Antes da rodada (passada), éramos uma das equipe que tinha tomado menos gols na competição. Até então não tínhamos tomado mais de dois gols no mesmo jogo. E éramos o segundo que mais fez gols – recordou, depois da derrota para o Galo. E concluiu:

– Agora é trabalhar muito, buscar o equilíbrio. O Cano é um dos artilheiros da competição (com sete gols, um atrás de Marinho e três atrás de Thiago Galhardo). Meu objetivo é recuperar, inclusive psicologicamente, o grupo. Todo mundo já está com o foco no Bahia para revertemos o quadro. Estamos há três jogos sem vencer no Brasileiro. A Copa do Brasil já é passado, mas o campeonato segue – finalizou.

Para indicar uma vida melhor para Talles Magno e companhia, o jogo será no Estádio do Pituaçu. Com a Fonte Nova sem ser utilizado – transformado em hospital de campanha para tratamento de pacientes com Covid-19 – o poderio do Bahia como mandante está minimizado nesta edição do Brasileirão.

Fonte: Lancenet