Vasco tem aproveitamento de 75% jogando na Libertadores em São Januário

O Vasco da Gama tem um aproveitamento de 75% em jogos pela Libertadores disputados em São Januário.

O Vasco estreia na fase de grupos da Libertadores nesta terça-feira, diante da Universidad (CHI). Um dos grandes trunfos do Cruz-Maltino é São Januário, onde a equipe tem um retrospecto excelente jogando a competição. Ao todo, foram 28 jogos, com 19 vitórias, seis empates e três derrotas. O aproveitamento é de 75%.

Na Libertadores de 1975, o Vasco fez três jogos em casa. Foram dois empates (contra Cruzeiro e Deportivo Cali) e uma vitória (diante do Atlético Nacional).

Em 1980, foram dois jogos na Colina Histórica e duas vitórias: 4 a 0 no Deportivo Galicia e 1 a 0 no Deportivo Táchira. O outro confronto foi contra o Internacional, mas acabou realizado no Maracanã.

Em 1990, o Vasco seguiu invicto no Caldeirão. Foram três jogos na fase de grupos: empate contra o Grêmio e vitórias sobre Cerro Porteño e Olimpia.

Nas oitavas de final em 1990, empate sem gols com o chileno Colo Colo.

Em 1998, ano que foi campeão, São Januário teve um papel fundamental. Na fase de grupos, sete dos oito pontos foram conquistado lá. Vitórias sobre Grêmio e Chivas Guadalajara e empate com o América-MEX.

Nas oitavas de final, o Cruz-Maltino venceu o Cruzeiro por 2 a 1 em São Januário.

Nas quartas de final, reencontro com o Grêmio e vitória simples por 1 a 0, gol de Pedrinho.

Na semifinal, duelo complicado com o River e vitória magra em São Januário: 1 a 0, gol de Donizete.

Na decisão contra o Barcelona de Guaiquil, vitória por 2 a 0, gols de Donizete e Luizão. Resultado trouxe vantagem para o jogo de volta, que o Vasco venceu novamente por 2 a 1.

Em 1999, o Vasco já saiu nas oitavas de final, por ser o atual campeão. De cara, o Cruz-Maltino encarou o Palmeiras. Após empate em São Paulo, eliminação no Rio com derrota por 4 a 2.

Em 2001, campanha perfeita na fase de grupos, com seis vitórias. Em casa, as vítimas foram Peñarol, América de Cali e Deportivo Táchira.

Nas oitavas de final, nova vitória, por 1 a 0, sobre o Deportes Concepción, do Chile.

Nas quartas, o adversário foi o gigante Boca Juniors. Após oito vitórias em oito jogos na Libertadores daquele ano, o Vasco acabou derrotado por 1 a 0.

Em 2012, o Vasco ficou num grupo com Nacional (URU), Alianza Lima (PER) e Libertad (URU). O retrospecto foi de duas vitórias (sobre os peruanos e paraguaios) e uma derrota (para a equipe uruguaia).

Nas oitavas de final de 2012, a equipe fez um grande jogo contra o Lanús e venceu por 2 a 1, com um golaço de Diego Souza.

Nas quartas de final de 2012, o Vasco empatou em 0 a 0 com o Corinthians.

Na pré-Libertadores de 2018, o Vasco venceu os dois duelos em casa: 2 a 0 no Universidad Concepción (CHI) e 4 a 0 no Jorge Wilstermann (BOL).

Leia mais sobre: Vasco x Universidad de Chile, Libertadores

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »