Vasco se defende de acusação do Fluminense

Em nota, o Vasco da Gama se defendeu da acusação do Fluminense de não repassar a renda da final da da Taça Guanabara.

Nesta sexta-feira, Pedro Abad, presidente do Fluminense, foi até a audiência pública da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e acusou o Vasco de não ter repassado a parte tricolor da renda da final da Taça Guanabara, pelo primeiro turno do Campeonato Carioca deste ano, no Maracanã, após confusão pela disputa dos lados dos clubes no estádio.

- O Vasco até o momento não repassou a verba que competia ao Fluminense, o que demonstra o ânimo de não cumprir o contrato existente entre o Fluminense e o consórcio Maracanã - afirmou o presidente do Fluminense, na oportunidade.

O Vasco se defendeu, em nota enviada ao LANCE!.

A renda que o borderô do jogo Vasco x Fluminense acusou não reflete a realidade, visto que o Club de Regatas Vasco da Gama, posteriormente à realização do clássico, abriu suas bilheterias para devolver o valor dos ingresso aos torcedores que não compareceram ao Maracanã para assistir à final da Taça Guanabara.

Vale lembrar: foi o próprio Fluminense que ajuizou uma ação para que o jogo fosse realizado com portões fechados, causando evidentes prejuízos ao público, em geral, e ao Vasco enquanto mandante.

Mesmo sem ter qualquer obrigação legal neste sentido, a Diretoria do Clube assumiu o compromisso de ressarcir todos os torcedores, tanto do Vasco quanto do Fluminense, que não conseguiram entrar no estádio.

O Fluminense não informou qual o valor que teria de receber do Vasco.

Leia mais sobre: Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »