Vasco prioriza renovações de Fernando Miguel, Ricardo Graça e Raul

O Vasco da Gama prioriza renovar os contratos do goleiro Fernando Miguel, zagueiro Ricardo Graça e do volante Raul.

Se o Vasco atualmente convive com o risco de perder jogadores em função de não ter pago salários ao elenco em 2020, preocupam também possíveis baixas em função do tempo de contrato. Nove jogadores terão seus vínculos encerrados no último dia do ano. Caso quase idêntico é o de Ricardo Graça, cujo contrato é válido é até 3 de janeiro de 2021.

Diante de tal panorama, o grupo pode assinar pré-contrato a partir de 1º de julho de 2020 - Graça somente do dia 3 do mesmo mês em diante. Fernando Miguel, Raul e Ricardo Graça são as prioridades da direção do Vasco.

Ricardo Graça

Mais jovem dos três, Ricardo Graça, de 23 anos, ganhou espaço a partir de 2018 e boas atuações em 2019 o levaram à seleção olímpica. Fez parte do grupo que classificou o Brasil aos Jogos Olímpicos do Japão e participou do jogo decisivo contra a Argentina.

O empresário de Ricardo, Diego Gomes, foi procurado por André Mazzuco, diretor executivo do Vasco, antes da paralisação. Apesar de o clube ter formalizado o interesse, a negociação ainda não foi para o papel. É o mais valorizado dentro do grupo de 10 atletas com contrato a vencer.

Raul

Talvez em seu pior ano pelo Vasco, o volante Raul, que faz 24 anos em julho, destacou-se pela versatilidade em suas duas primeiras temporadas na Colina - faz a lateral direita também.

O comando do futebol vê em Raul um atleta que pode agregar valor ao atual elenco e o trata como um ativo que pode render uma boa transferência num futuro não tão distante.

Fernando Miguel

Mais velho do elenco, Fernando Miguel, de 35 anos, é visto como liderança muito positiva dentro do grupo. Foi dele a primeira entrevista coletiva de jogadores em 2020 em meio a críticas devido ao fato de o Vasco ter iniciado o ano com pendências referentes à temporada anterior.

Há no contrato de Miguel com o Vasco uma cláusula de renovação automática que é ativada de acordo com metas. Segundo o empresário do goleiro, Fábio Mello, a ampliação do vínculo ainda não foi discutida com o clube.

Fernando Miguel

Confira quem são os outros atletas em situação semelhante:

O zagueiro Breno, o volante Fellipe Bastos, o lateral-esquerdo Ramon, os meias Bruno César e Benítez (emprestado pelo Independiente), e os atacantes Vinícius e Ribamar completam a lista.

Com bons momentos vividos no Vasco, o lateral-esquerdo Ramon, de larga trajetória no clube, e o zagueiro Breno têm contra si os problemas físicos. Sem jogar desde 2018 e com salários altos, precisarão repetir grandes atuações para voltarem a ser levados em conta para 2021.

Antes carta fora do baralho, Bruno César teve seu status mudado durante a pandemia. Se no início do ano treinava à parte, e André Mazzuco tentava recolocá-lo no mercado, agora o clube acena com um acordo para que permaneça.

É visto por Antônio Lopes como jogador de características únicas dentro do elenco, e José Luís Moreira, vice de futebol, é o responsável pela negociação. A confecção de um novo contrato, com concessões de ambos os lados, é discutido.

Leia mais sobre: Ricardo Graça, Fernando Miguel, Raul

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »