Vasco precisa melhorar desempenho para se livrar do rebaixamento

O Vasco da Gama terá que melhorar seu desempenho nesta reta final do Brasileirão para se livrar do rebaixamento à série B.

Após três empates seguidos, o Vasco respirou um pouco aliviado ao vencer o Cruzeiro (2 a 0), no último domingo, em São Januário, e saltar para a 13ª colocação do Brasileirão, com 34 pontos ganhos. No entanto, o Cruzmaltino ainda corre riscos de rebaixamento à série B.

Para evitar a quarta queda à divisão de acesso, o Vasco não pode repetir o desempenho das nove rodadas finais do primeiro turno, quando fez apenas oito pontos. Se isso voltar a acontecer na sequência final do torneio, a equipe chegará a apenas 42 pontos ganhos, tendo segundo os matemáticos da Universidade Federal de Minas Gerais 52,97% de probabilidades de queda.

No atual formato do Brasileirão por pontos corridos com 20 clubes, implementado a partir de 2006, apenas dois times escaparam do rebaixamento tendo 42 ou menos pontos. Em 2010, o Atlético-GO terminou em 16º, com 42 pontos. Quatro anos depois, o Palmeiras fugiu da degola, com 40.

Segundo os matemáticos da UFMG, o time que chegar a 48 pontos ganhos no Brasileirão 2018 tem 0% de chances de rebaixamento.

Veja como foi o desempenho do Vasco nas nove rodadas finais do 1º turno

Sport (casa) – vitória por 3 a 2

Internacional (fora) – derrota por 3 a 1

Fluminense (casa) – empate por 1 a 1

Grêmio (casa) – vitória por 1 a 0

Atlético-PR (fora) – derrota por 1 a 0

Corinthians (casa) – derrota por 4 a 1

São Paulo (fora) – derrota por 2 a 1

Palmeiras (fora) – derrota por 1 a 0

Ceará (casa) – empate por 1 a 1

8 pontos conquistados em 27 possíveis – 29,62% de aproveitamento

Até o final do Brasileirão, o Vasco fará cinco jogos fora de casa e quatro como mandante. Longe de seus domínios, a equipe ainda não conseguiu nenhuma vitória. O tabu pode cair neste sábado, contra o desesperado Sport, na Ilha do Retiro.

Leia mais sobre: Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »