Vasco possui aproveitamento similar aos anos em que caiu no Brasileiro

Com um jogo a menos, o Vasco da Gama tem aproveitamento parecido com os anos que foi rebaixado no Campeonato Brasileiro.

O Vasco possui um jogo a menos no Campeonato Brasileiro, contudo, a situação não é nada animadora para o Gigante da Colina, já que a equipe além de figurar na zona de rebaixamento, não consegue encaixar uma sequência de resultados positivos. Inclusive, levando em conta as rodadas já disputadas, a equipe sustenta um aproveitamento parecido com os anos em que acabou despromovida para a Série-B.

Neste momento, o Vasco contabiliza apenas 25 pontos e ocupa a 18ª posição, ou seja, o segundo clube da zona de rebaixamento, com apenas 34,7% de aproveitamento. A título comparativo, em seu primeiro rebaixamento, até a 25ª rodada do Campeonato Brasileiro o Cruzmaltino tinha 34,6% de aproveitamento e ao final da competição terminou na 18ª colocação com 40 pontos ganhos.

Já em 2013, a situação não mudou muito e na 25ª rodada do Brasileirão o Vasco contabilizava 37,3% de aproveitamento e 28 pontos. Na ocasião, a equipe também foi rebaixada após terminar o Nacional na 18ª colocação com 44 pontos.

Por fim, em 2015, na última vez que foi despromovida, o aproveitamento foi muito pior, já que na 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco tinha apenas 25, 3% de aproveitamento. Com uma performance tão abaixo do esperado, o Cruzmaltino sofreu mais um duro golpe em sua história ao terminar o Brasileirão na 18ª posição com 41 pontos.

Em 2018, na próxima segunda-feira (24), os comandados de Alberto Valentim podem dar o primeiro passo para mudar o rumo da história, já que recebem o Bahia, adversário direto na briga para se afastar do Z4, em jogo da 26ª rodada do Brasileirão.

(* Foram analisados os aproveitamentos em cada temporada até a 25ª rodada, mesmo números de rodadas disputadas no Brasileirão 2018 até o momento. O Vasco possui um jogo a menos).

Leia mais sobre: Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Reforços do Vasco para 2019

Veja mais notícias »