Vasco não tem justificado alcunha de 'Time da Virada' neste Brasileiro

O Vasco da Gama é considerado pela torcida como 'time da virada', mas neste Brasileiro não tem tido esse poder de reação.

Lá se vão anos desde que um dos gritos mais tradicionais da torcida do Vasco diz que é o 'time da virada'. Pois, em 15º lugar no Brasileiro e à espera do anúncio de um novo treinador, já que Jorginho foi demitido na noite de segunda-feira, faz tempo que os torcedores não assistem a uma virada, na prática.

No torneio, a equipe, em 16 jogos, soma apenas cinco vitórias (todas em São Januário). E apenas duas delas, as duas primeiras, contra o Atlético-MG (2 a 1) e diante do América-MG (4 a 1), foram de virada. Em outras palavras, desde o dia 5 de maio que o elenco da Colina não sabe o que é virar uma partida no Brasileiro.

De lá pra cá, a torcida só viu uma virada, mas do adversário: nos 4 a 1 para o Corinthians, no Mané Garrincha, no último dia 29, Pikachu abrira o placar.

Houve, também, momentos em que a virada ficou só na ameaça, como no empate com o Flamengo (1 a 1), quando o rubro-negro saiu à frente no marcador e os então comandados por Zé Ricardo buscaram a igualdade. Já diante do São Paulo, há duas rodadas, Yago Pikachu chegou a empatar a partida, mas o elenco carioca não segurou o resultado.

Dos quatro empates até agora, certamente, o mais amargo foi contra o Fluminense, em São Januário, no último dia 19, quando Pedro marcou nos descontos da etapa final.

Isso quer dizer que o treinador que substituir Jorginho terá algumas missões. Uma delas é resgatar o poder de reação tantas vezes cantado pela torcida.

Leia mais sobre: Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »