Vasco, Flu e Botafogo querem reunião sobre cotas do Carioca sem o Urubu

Vasco da Gama, Fluminense e Botafogo pedirão uma reunião na FERJ para entender cotas do Carioca sem o Flamengo.

Fluminense, Vasco e Botafogo pedirão uma reunião com a direção da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para entender como ficarão os valores do contrato e o rateio das cotas de transmissão do Campeonato Carioca de 2020 sem a inclusão do Flamengo. O clube da Gávea não entrou em acordo com a TV Globo para transmissão de seus jogos, o que afeta os valores do contrato em razão da redução do número de jogos transmitidos.

Em entrevista ao blog de Rodrigo Capelo, do GloboEsporte.com, na última quarta-feira, Fernando Manuel, diretor de direitos esportivos da emissora, explicou:

– A partir do momento em que o Flamengo não assina este contrato, o valor diminui. Diminui porque você também não tem todos os jogos do campeonato para exibir. A não assinatura de um clube não impacta apenas na ausência do seu jogo, mas nas partidas de todos os clubes com os quais ele jogará. Além do não pagamento ao Flamengo, existe um desconto no contrato geral com a Ferj. Sim, é verdade. Não entro no mérito dos valores. A redução no dinheiro existe porque estamos comprando um produto desfalcado, então é preciso haver um redutor no contrato em função de o produto não estar completo. Como esse desconto se dará entre os clubes, não é uma atribuição nossa. A Ferj decidirá como fazer o rateio.

A Ferj, por sua vez, informou por nota que os clubes já sabem os valores a receber, mas disse estar aberta aos filiados. Até o momento não há qualquer reunião marcada.

"Não há hipótese de os clubes não terem conhecimento de suas cotas por que já estavam previstos os valores quando assinaram o contrato, em 2016. Além disso, os três praticamente não sofrem impacto com a não adesão do Flamengo. Mas as portas da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro estão sempre abertas aos filiados".

Leia mais sobre: Campeonato Carioca

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »