Vasco evolui, dribla adversidades e busca trunfos no Brasileiro

Vanderlei Luxemburgo é o responsável pela evolução do Vasco da Gama, mas admite que tem muito trabalho a ser feito.

Com boa dose de paciência e muito trabalho, o técnico Vanderlei Luxemburgo tem batido as metas estabelecidas no Vasco. Antes da pausa para a Copa América, o time não apenas deixou a lanterna, como também o Z-4.

Cinco vezes campeão brasileiro, Luxa é responsável pela evolução da equipe, mas é muito claro com o torcedor. A meta em 2019 é ficar distante da chamada zona da confusão, sem desvalorizar a tradição ou negar a grandeza do Vasco. Agora, a primeira vitória fora de casa — desde novembro de 2017 — é fruto da semente plantada pelo treinador.

Fazia mesmo tempo que o time não ganhava fora do Rio pelo Brasileiro. Para refrescar a memória do torcedor, o Ataque lembra que Zé Ricardo, anunciado ontem pelo Fortaleza, era o técnico do Vasco no triunfo de 1 a 0 sobre o Cruzeiro, no Mineirão. Há quase um ano e nove meses, Jair Ventura dirigia o Botafogo, enquanto Reinaldo Rueda e Abel Braga estavam no comando de Flamengo e Fluminense, respectivamente.

Muita coisa mudou no futebol desde então. Em 2017, último ano de mandato de Eurico Miranda, que morreu em março de 2019, vítima de câncer no cérebro, o Vasco garantiu vaga na pré-Libertadores, a Seleção, credenciada pelo bom futebol das Eliminatórias, era cotada como favorita na Copa do Mundo da Rússia e Neymar ainda vivia uma lua de mel com o PSG e não tinha fama de cai-cai.

Nesse intervalo, o Vasco, afogado em dívidas e no auge da crise política, perdeu nomes de peso como Anderson Martins, foi obrigado a negociar a revelação Paulinho para o Bayer Leverkusen e teve Jorginho, Alberto Valentim e Marcos Valadares como técnicos... Ainda assim, acumulava 21 jogos sem vencer fora do Rio. Que agora venham outros triunfos!

Leia mais sobre: Futebol, Vanderlei Luxemburgo

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »