Vasco e Fluminense vivem situações semelhantes fora de campo

Adversários deste sábado, os rivais Vasco da Gama e Fluminense vivem situações internas semelhantes nesta temporada.

Problemas de salários atrasados, perdas de jogadores e muitas, mas muitas divergências políticas. Se institucionalmente Fluminense e Vasco vivem situações praticamente semelhantes em 2018, o mesmo não se pode dizer dentro de campo. Enquanto o Tricolor chega ao clássico deste sábado, às 17h, no Maracanã, sonhando ainda com uma vaga na Copa Libertadores e classificado para as semifinais da Copa Sul-Americana, o Cruzmaltino usa e abusa da calculadora para tentar fugir do quarto rebaixamento de sua história no Campeonato Brasileiro.

Nas Laranjeiras e em São Januário, manter as contas em dia tem sido um sacrifício na temporada. Soma-se a isso, o conturbado ambiente político que tem resultado em discussões acaloradas nas reuniões de Conselho Deliberativo.

A instabilidade fora de campo é tanta que chegou ao ponto do técnico vascaíno Alberto Valentim clamar por uma trégua por parte da oposição, alegando que a situação interferia no vestiário.

No Fluminense, porém, os resultados além do esperado dentro das quatro linhas têm amenizado o clima entre o elenco. Tanto que a lamentação maior agora é com o pouco tempo de recuperação para o clássico após a classificação sobre o Nacional, na Sul-Americana, em Montevidéu (URU), na última quarta-feira.

"Lamento que no futebol brasileiro tenhamos que jogar tanto em tão pouco tempo. Sair de um jogo como esse, desgastante, ter uma viagem desgastante e já ter um clássico contra um adversário que não jogou durante a semana... Este jogo poderia ser no domingo. Um pouco de coerência seria bom para que os jogadores descansassem um pouco", reclamou o técnico Marcelo Oliveira.

Pelos lados do Vasco, o artilheiro da equipe, Yago Pikachu, lembra, porém, que o Fluminense ainda não se livrou completamente do perigo do rebaixamento, e colocou o rival como um adversário direto na tabela.

"Estamos otimistas e vamos fazer de tudo para vencer essa partida. Querendo ou não, o Fluminense é um adversário direto. Eles jogam e temos que estar atentos. Não sabemos se eles virão nos enfrentar com o time titular, até por conta do jogo e do desgaste. Chegaremos bem preparados. Estamos tendo mais uma semana de trabalhar para corrigir os erros que cometemos contra o Inter e manter o que fizemos de bom. Queremos os três pontos para sair de vez dessa zona de desconforto que nos encontramos na tabela", disse.

Com 40 pontos, o Fluminense está na 10ª colocação. Já o Vasco tem 35 e está na 14ª posição, a apenas um ponto da zona de rebaixamento.

Leia mais sobre: Vasco x Fluminense, Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »