Vasco é condenado a pagar mais de R$ 2 milhões a Escudero

O Vasco da Gama foi condenado a pagar mais de R$ 2 milhões a Damián Escudero, que teve passagem discreta pelo Clube.

O Vasco foi condenado nesta quinta-feira a pagar indenização de R$ 2,2 milhões ao atacante argentino Damián Escudero, de 31 anos.

A decisão é da juíza Helen Marques Peixoto, da 22ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro.

A magistrada ainda determinou que o clube arque com o pagamento de mais R$ 44 mil em custas processuais.

A ação diz respeito à rescisão contratual que Escudero conseguiu na Justiça em em 29 de janeiro de 2018, alegando atraso no pagamento de direitos de imagem e FGTS.

No processo, os advogados de Escudero ainda pediram o referente às férias e 13º que não foram quitados, chegando à soma de R$ 2,2 milhões em questão, já corrigidos com juros.

O estrangeiro não joga profissionalmente desde que rescindiu com o Vasco, time pelo qual fez 20 partidas e marcou um gol.

Atualmente, ele passa por treinos e avaliações físicas no Vitória para tentar retornar aos gramados.

Escudero em entrevista pelo Vasco

Escudero está trabalhando em Salvador desde 25 de fevereiro, mas não possui contrato com o Leão.

Leia mais sobre: Escudero

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »