Vasco de Abel Braga tem características nítidas, mas precisa evoluir

O técnico Abel Braga já deixou claro algumas de suas características no time do Vasco da Gama e admitiu que precisa evoluir.

Estreia no domingo, jogo com suplentes na quarta... a temporada já começou acelerada para o Vasco. E embora cedo, alguns sinais já ficam claros no time, agora treinado por Abel Braga. Em relação ao que Vanderlei Luxemburgo aplicava, mudanças discretas, mas sensíveis.

No estádio ou pela televisão, o que se desenhava um 4-3-3 com Marrony pela direita e Talles Magno pela esquerda se tornou um aglomerado da dupla com Germán Cano, ainda que os três buscando mais movimentação. E Gabriel Pec, aposta do treinador, ainda tímido.

- Sentimos um pouquinho na questão de posicionamento. O Pec é meia, mas ele ficou entregue à marcação. Quando se tem a bola, por conta das linhas próximas, tem que se jogar atrás do volante, e passávamos disso (dessa linha) - afirmou Abel, antes de concluir:

- Eles (Bangu) começaram em um 4-5-1 e depois espelharam. Foi quando melhoramos, pois criamos chances nas costas do volante. Não tivemos a dinâmica que queremos. Vamos melhorar muito, não tenha dúvidas - garantiu o treinador.

Talles Magno em jogo contra o Bangu

E se Talles Magno foi a melhor surpresa para muitos vascaínos em 2019, ele já começou 2020 como protagonista. Caçado e buscando jogo, alternou saiu muito mais da ponta esquerda do que no ano passado. O mapa de calor abaixo, do Footstats, mostra a diferença entre a primeira partida desta temporada e a última que ele jogou pelo Cruz-Maltino no ano passado, contra o Fortaleza.

Leia mais sobre: Abel Braga

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »