Vasco começa 2021 com o departamento médico vazio; Dr. Marcos Teixeira comenta

O diretor médico do Vasco da Gama, Dr. Marcos Teixeira, destacou que o trabalho e estrutura disposta no departamento médico do Clube.

Avatar
Por Willams Meneses
-  5 de janeiro de 2021 às 09:37-  Atualizada em 5 de janeiro de 2021 às 09:39
Marcos Teixeira (Foto: Divulgação)

Com uma temporada atípica causada pela pandemia, em que houve atraso nas competições, ocasionando em maratonas de jogos, o fator lesões, além da infecção pela Covid-19, preocupam os profissionais que cuidam da saúde dos jogadores, acontecendo da mesma forma no Vasco da Gama.

No Vasco, inclusive, foram registrados muitos casos de Covid-19 nos últimos meses, mas o número de lesões foi reduzido, tanto que o ano começo com o Gigante sem jogadores entregues ao departamento médico. O assunto foi abordado pelo diretor médico do Clube, o Dr. Marcos Teixeira, em contato com a Super Rádio Tupi.

– Tirando a lesão traumática do Benítez, que ele tomou uma pancada na perna próximo à panturrilha, que virou um edema e impossibilitou que jogasse o seu último jogo pelo Vasco, nós estamos há dois meses e meio sem lesão muscular. Como eu disse anteriormente, esse é um resultado que nós nem programamos porque um esporte de alto nível é impossível ter grau zero de lesões.

Disse o Dr. Marcos Teixeira, que concluiu destacando toda a equipe que trabalha no departamento médico e a estrutura criada.

– Isso demonstra a qualidade dos integrantes do departamento médico, o bom fluxo de comunicação entre os médicos, a gerência científica, psicologia, jogadores e comissão técnica, e também resultado do CT, que foi um grande avanço, um marco na história do Vasco da Gama, e isso tudo mostra o sucesso da equipe que está trabalhando e das condições que nós conseguimos ao longo dos anos para o Vasco, para desenvolver esse trabalho.

Luxemburgo com 100% do elenco à disposição

É uma boa notícia para o técnico Vanderlei Luxemburgo, que chega com o elenco completa à disposição. Será essencial que todas as opções estejam em condições de entrar em campo, para que o comandante vascaíno possa extrair o melhor da equipe nessas 12 rodadas restantes e salvar o Gigante do rebaixamento.

Leia Mais Sobre