Vasco busca por equilíbrio após sequência negativa

A equipe do Vasco da Gama tem a semana livre para reparar os erros e buscar pelo equilíbrio perdido nos últimos jogos.

A fase do Vasco não é nada boa. Com três derrotas nas últimas quatro partidas, o técnico Zé Ricardo terá a semana livre para resolver os problemas que se multiplicaram durante a sequência negativa. O revés de 3 a 2 para o Vitória, em São Januário, colocou mais uma vez em xeque o sistema defensivo, que acumula 46 gols sofridos em 29 partidas.

"A fase não é boa. As coisas têm que ser feitas de forma simples e, muitas vezes, não acontecem da forma que a gente quer", disse Zé Ricardo.

Erros coletivos e individuais têm exposto a falta de confiança do pressionado e limitado grupo à disposição. A necessidade da chegada de reforços é evidente, mas esbarra na delicada situação financeira do clube, que ainda enfrenta uma crise política nos bastidores.

Com sete pontos no Campeonato Brasileiro, o Vasco terá como próximo compromisso o líder e arquirrival Flamengo, sábado, no Maracanã. Em busca do equilíbrio há muito tempo perdido, Zé Ricardo terá um tempo importante para recuperar a abalada confiança do grupo e pensar em soluções com os reforços caseiros.

É o caso do zagueiro Breno, que fez o primeiro jogo no ano na derrota para o Vitória. Recuperado de uma cirurgia no joelho esquerdo, o zagueiro foi, ao lado de Anderson Martins, um dos pilares do bom momento da defesa em 2017.

Na armação, Giovanni Augusto, recuperado de lesão muscular, deve ser opção para o clássico. Xodó da torcida, Kelvin entrou nas últimas três partidas e agora está na briga com Caio Monteiro pela vaga no ataque. Até sábado, Zé Ricardo, pressionado, terá que se reinventar para o reencontro com o ex-clube.

"É um jogo especial. Temos que equilibrar a parte física dos jogadores porque vamos precisar do elenco todo", avaliou o técnico Zé Ricardo.

Leia mais sobre: Vasco x Flamengo, Campeonato Brasileiro

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »