Vasco busca novo acordo com Jorge Henrique para registrar atletas

O Vasco da Gama tenta novo acordo com Jorge Henrique para pagar dívida e conseguir derrubar proibição de registrar atletas.

O Vasco abriu negociação com Jorge Henrique em busca de novo acordo para pagar uma dívida de aproximadamente R$ 1 milhão. Desta forma, caso consiga acertar mais um parcelamento, a direção do clube de São Januário espera derrubar a proibição de registrar novos atletas na CBF.

As partes voltaram a conversar nos últimos dias. Após um debate preliminar, o entendimento avançou embora ainda não tenha sido alcançado.

Só com o pagamento da dívida ou com a celebração de nova combinação a punição poderá ser levantada. E isso é fundamental para registrar o atacante argentino Germán Cano, o único reforço contratado para 2020.

A liberação da Federação Colombiana chegou a São Januário - Cano defendeu o Independiente, de Medellín, na temporada passada. O Vasco, após perder o prazo de inscrição para a primeira rodada do Carioca, diante do Bangu, deseja deixar o jogador apto para a segunda partida, esta contra o Flamengo. Para tal, conforme o regulamento do estadual, tem de inscrevê-lo até terça, dia 21.

Jorge Henrique cobra dívida do Vasco

Entenda o caso

Em 17 de dezembro, a Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) publicou a decisão contrária ao Vasco. Ela vale por seis meses e levou em conta a falta de pagamento no segundo acordo, feito na gestão Alexandre Campello, com Jorge Henrique, jogador atualmente do Náutico: cinco das 22 parcelas foram quitadas. A primeira combinação, igualmente não cumprida, ocorreu na gestão Eurico Miranda.

Só em 10 de janeiro a Direção de Registro da CBF recebeu o comunicado oficial da CNRD - o recesso de final de ano atrasou a comunicação. Desde então, o Vasco está punido.

Leia mais sobre: Jorge Henrique, Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »