Vasco anuncia anistia a sócios inadimplentes e parceria com o Grupo GPI

Alexandre Campello, Bruno Maia e Diego Carvalho anunciaram a anistia de sócios inadimplentes e parceria com o Grupo GPI.

O presidente Alexandre Campello, ao lado dos vices Bruno Maia (de marketing) e Diego Carvalho (de comunicação) fez dois anúncios importantes no fim da tarde desta sexta-feira: a anistia dos sócios que estão inadimplentes e uma parceria com o Grupo GPI para a Escola Vasco da Gama.

Os associados do clube que estavam com algum valor da mensalidade em aberto já conseguiam se recadastrar antes mesmo do anúncio da anistia, mas a partir desta sexta-feira o Vasco irá entrar em contato com quem está inadimplente para oferecer o perdão da dívida e o recadastramento no quadro.

- Nossa ideia é começar essa anistia na segunda-feira. Em paralelo a isso, teremos uma empresa tentando contato com todos os sócios que temos cadastro. Algo em torno de 111 mil que já foram sócios e estão inadimplentes. Vamos tentar contactar todos - explicou Diego Carvalho, vice-presidente de comunicação.

A anistia funcionará assim: o sócio inadimplente pagará uma mensalidade, do mês vigente, e voltará ao quadro social do Vasco.

- Sócio geral não paga o retroativo por causa do estatuto. Os patrimoniais podem pagar o passado e voltar ao quadro. Poderá ser parcelado em 12 vezes - completa Diego.

Além da anistia aos sócios, o Vasco também anunciou a parceria com o Grupo GPI, que passará a cuidar da escola do clube.

- Estamos firmando um contrato com o Grupo GPI, que vai passar a administrar a Escola Vasco da Gama, que já tinha a utilização de uma plataforma, mas que a partir de agora teremos uma relação diferente, onde eles assumem por completo essa administração - disse Alexandre Campello.

Campello durante entrevista nesta sexta

Como funcionará a anistia?

Em São Januário: o sócio precisa levar identidade, CPF e comprovante de residência para fazer a anistia e o recadastramento.

Por e-mail ou correio: o Vasco explicará os detalhes via WhatsApp, pelo número (021) 2203-8350.

O que singifica a parceria com o Grupo GPI?

Marcos Vinícius Macedo, vice-presidente social, explica:

- Essa consolidação da parceria traz muitos benefícios ao clube: reduz os custos diretos. É um modelo de gestão moderno, consagrado. Não haverá mais a necessidade de se fazer investimento constante em equipamentos. Haverá investimento na revitalização.

O presidente Alexandre Campello explica como será a redução de custos:

- O Vasco tinha custo com funcionarios e material. Era em torno de R$ 3 milhões anuais. No ano que vem, os professores passarão a ser geridos pelo GPI - garantiu Campello.

Jorge Menezes Neto, diretor geral do GPI, admite que o momento político pelo qual o Vasco passa desde o início do ano ainda não é dos mais tranquilos, mas prevê melhora e festeja a parceria.

- Ainda vivemos momentos de luta, politicamente ainda é um clube muito movimentado. Tenho visto o presidente tomar um norte muito positivo para o clube. Buscando especialistas para fazer o que sabem fazer.

Neto também explica que a parceria do GPI com o Vasco, que já existe desde 2015, será ampliada após o anúncio.

- O que queremos é acrescentar essa linda história. O GPI está no clube desde 2015, num modelo menor de parceria. Agora vamos ampliar. Traremos parceiros que já são aliados do GPI. Temos parceria com Google, Cultura Inglesa. Todos estarão disponíveis - afirmou.

Leia mais sobre: Alexandre Campello

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »