Vascaínos cantam 'Time Assassino' no Maracanã; torcidas repudiam

Vascaínos cantaram 'Time assassino' para provocar o Flamengo no Maracanã e torcidas de ambos repudiaram em rede social.

Durante o clássico entre Flamengo e Vasco, na noite desta quarta-feira (13), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, a torcida cruzmaltina fez provocações à torcida rubro-negra utilizando o incêndio que aconteceu no CT Ninho do Urubu e deixou 10 jovens mortos. Posteriormente, nas redes sociais, o caso ganhou o repúdio de adeptos de ambos os clubes.

No decorrer da partida, alguns vascaínos gritaram "Time assassino", em referência à tragédia que aconteceu em fevereiro. À época, alguns integrantes das categorias de base do Rubro-Negro dormiam nos alojamentos destinados às categorias inferiores quando o local pegou fogo. Além das vítimas fatais, outros três jovens foram hospitalizados.

No clássico com o Botafogo, na última quinta-feira, pelo Brasileiro, o incêndio também foi lembrado pela torcida rival à do Flamengo. Na entrada do Setor Sul, destinado aos visitantes no Nilton Santos, alvinegros colaram cartazes cobrando que o Rubro-Negro pagasse as indenizações aos familiares das vítimas fatais.

Até o momento, o Flamengo chegou a quatro acordos em 11 negociações. A diretoria alcançou um denominador comum com o pai de Rykelmo e com as famílias de Athila Paixão, Gedson Santos, e Vitor Isaías. Com a mãe de Rykelmo e com os familiares de Arthur Vinícius, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Jorge Eduardo, Pablo Henrique e Samuel Thomas ainda não houve resolução. As defesas não estão sendo conduzidas de forma coletiva e, por enquanto, apenas a mãe de Rykelmo acionou a Justiça.

Leia mais sobre: Vasco x Flamengo, Futebol

Comentários

Últimas notícias

Veja mais notícias »